Palmeiras e Luxemburgo: negociação deve terminar na terça

Dirigentes se reunirão com o ex-treinador do Santos para saber se ele aceita dirigir o time alviverde em 2008

Cosme Rímoli e Luís Augusto Monaco, Jornal da Tarde

15 de dezembro de 2007 | 20h07

A negociação do Palmeiras com Vanderlei Luxemburgo terminará terça-feira. Nesse dia, os dirigentes se reunirão com o treinador para saber se ele aceita dirigir o time em 2008 ou se prefere ir trabalhar no futebol europeu. "O Vanderlei foi muito transparente com a gente, ao dizer que também está analisando uma oferta da Europa. Demos uns dias para ele pensar e terça-feira vamos sentar para definir a situação", disse o diretor de Futebol do clube paulista, Genaro Marino. A procura por reforços está parada até que o clube contrate um técnico, mas Genaro não acha que isso prejudicará o planejamento para a próxima temporada. "Não estamos perdendo tempo. Essa espera para definir o treinador não atrapalhará o planejamento para 2008." O gerente de Futebol, Toninho Cecílio, pensa da mesma maneira. E diz que a diretoria continua conversando com outros treinadores, para ter uma opção caso não haja acordo com Luxemburgo. Um deles, como é de conhecimento público, é Dorival Júnior. "Ele está livre para decidir se aguarda o desfecho da negociação com o Vanderlei ou se acerta com outro clube." A insistência com Luxemburgo faz parte do pacote de "glamourização" do Palmeiras. O clube lançou o projeto de transformação do Palestra Itália em uma Arena multiuso, fechou uma parceria com a agência de marketing esportivo Traffic que poderá lhe render R$ 40 milhões para investir em jogadores e acertou contratos de patrocínio com a Fiat (R$ 12 milhões por ano) e a Lenovo (R$ 3 milhões por temporada). A chegada de um técnico de ponta como Vanderlei Luxemburgo daria mais visibilidade ainda ao projeto. "O Dorival Júnior tem o perfil ideal para assumir o Palmeiras, mas o Vanderlei tem o currículo ideal para este momento", disse Genaro Marino. Mudança na sub-20 Segundo o dirigente, se Vanderlei Luxemburgo assinar com o Palmeiras será consultado sobre a possibilidade de ter o ex-centroavante Evair como auxiliar-técnico.  "A filosofia de trabalho do Vanderlei pode combinar com a contratação do Evair. Nós sabemos o que o Evair representa para o Palmeiras, tanto que já o convidamos uma vez para trabalhar aqui." O interesse em contar com Evair na comissão técnica faz parte da filosofia implantada pelo vice-presidente, Gilberto Cipullo, de dar espaço para ex-jogadores do clube. Seguindo esse critério, os diretores de Futebol decidiram mudar o comando do time sub-20 que se prepara para a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior: sai José Carlos Grandini e entra o ex-meia Betinho, que jogou no Palmeiras entre 1990 e 1992 ao lado de Toninho Cecílio. Mas como falta pouco para o início da competição, Betinho só assumirá para valer depois do torneio. Na Copinha, o time será dirigido pela dupla Jorginho "Cantinflas" (que foi ponta-direita nos anos 90 e hoje é o coordenador das categorias de base) e Chiquinho, que foi lateral-direito do time e neste ano dirigiu o time sub-13 na conquista do Campeonato Paulista. No Campeonato Brasileiro sub-20, que está sendo disputado no Rio Grande do Sul, o Palmeiras - sob a direção de José Carlos Grandini - perdeu as quatro partidas que disputou, diante de Flamengo, Internacional, Náutico e Paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasVanderlei Luxemburgo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.