César Greco / Agência Palmeiras
César Greco / Agência Palmeiras

Palmeiras e Ramires rescindem contrato 'em comum acordo'

Clube anunciou na noite desta sexta-feira o rompimento do vínculo com o jogador

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2020 | 19h29

O Palmeiras surpreendeu e anunciou no fim da tarde desta sexta-feira que rescindiu, "em comum acordo", o contrato de Ramires, que tinha validade até 2023. Curiosamente, o jogador de 33 anos tinha sido elogiado pelo técnico Abel Ferreira, que disse após a vitória sobre o Delfín, no Equador, que o "patinho feio iria virar cisne".

Ramires foi contratado em julho de 2019 pelo então diretor de futebol Alexandre Mattos. O jogador, que tem duas Copas do Mundo no currículo, chegou do futebol chinês machucado e demorou para estrear pelo Palmeiras. Desde então, ele nunca conseguiu repetir as boas atuações da época de Cruzeiro e Chelsea, especialmente, e vinha recebendo muitas críticas da torcida.

Os torcedores ficaram revoltados principalmente depois que o jogador foi flagrado há duas semanas em uma festa sem máscara, ação que desrespeita o protocolo interno do clube de prevenção ao novo coronavírus, dias antes de o clube sofrer um surto de covid-19 que atingiu quase todo o elenco. Na ocasião, a diretoria puniu o meio-campista com uma multa, mas ele não chegou a ser afastado.

Com vários desfalques, entre lesões e casos de coronavírus, Ramires passou a ganhar mais oportunidades e foi titular nos últimos três jogos ao lado de Patrick de Paula. Diante do Delfín, na última quarta-feira, ele marcou um gol contra no triunfo por 3 a 1 em Quito, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, mas ganhou muitos elogios do treinador português.

"Conhecem a história do patinho feio que virou cisne? Hoje para mim houve um trabalho coletivo muito grande, mas teve um jogador-chave, que fez um trabalho de formiguinha, que ninguém vê e que tem um importância para mim enquanto jogador. O Ramires fez um jogo absolutamente extraordinário, de posicionamento, de comprometimento com os centrais", avaliou Abel. "Pra mim hoje, Ramires foi o nosso patinho feio, que vai virar cisne."

Ramires conquistou o título do Campeonato Paulista em 2020, disputou 45 jogos e marcou um gol em sua passagem frustrante de pouco mais de um ano pelo time alviverde.

VEJA A NOTA DIVULGADA PELO PALMEIRAS

"O Palmeiras e o meio-campista Ramires rescindiram na tarde desta sexta-feira (27), em comum acordo, o vínculo de trabalho do atleta com o clube. Contratado na última temporada, o jogador conquistou o título do Campeonato Paulista, disputou 45 jogos e marcou um gol em sua passagem pelo Maior Campeão do Brasil. O Verdão agradece ao jogador pelos serviços prestados e deseja sucesso na sequência da carreira".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasRamires

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.