Palmeiras e Santos fazem clássico da afirmação no Palestra

Os destaques do jogo são a estréia de Kléber Pereira pelo lado santista e a volta de Valdívia no time alviverde

Daniel Akstein Batista e Sanches Filho, do Estadão,

19 de julho de 2007 | 08h29

Embalado no Brasileirão, o Palmeiras está na zona de classificação para a Libertadores e quer chegar ao quinto jogo de invencibilidade. Depois de duas vitórias consecutivas, o Santos pretende provar à torcida que deu a volta por cima e deixou para trás o fantasma do rebaixamento. O clássico desta quinta-feira, às 20h30, no Palestra Itália, promete emoção. E a Polícia Militar está temerosa.  Veja também: A classificação da Série A do Brasileirão  A torcida deve comparecer em bom número ao jogo - 27 mil ingressos foram colocados à venda. A PM, temendo confronto entre santistas e palmeirenses nas imediações do estádio, pediu à Federação Paulista de Futebol para que o clássico fosse transferido para o Morumbi, mas não foi atendida. Os ingressos vão ser vendidos no Palestra até às 16h30. O técnico Caio Júnior faz mistérios quanto à escalação do Palmeiras. O craque Valdivia, que no último jogo (1 a 1 contra o Grêmio) entrou na segunda etapa, deve ser o titular. E Edmundo, recuperado de uma lesão no tornozelo esquerdo, ficará no banco. "O Edmundo fez apenas um coletivo, na segunda-feira. É preciso ter paciência", fala o treinador. "Em princípio ele vai ser opção."A dúvida do técnico está entre o volante Wendel e o meia Caio - o segundo leva uma certa vantagem. "Eu tenho de tentar ser coerente na escalação", explica Caio Júnior. "Temos jogado com dois atacantes." Mesmo que entre com dois atletas na frente, o técnico palmeirense quer que o time tenha o mesmo espírito de luta e pegada mostrados nas últimas partidas (um empate e três vitórias). "Hoje em dia, se não marcar forte, não se consegue vencer. Temos de saber marcar na frente e retornar rápido. E ter forças para puxar o contra-ataque", ensina o comandante. Nesta quinta, mais do que nos últimos jogos, o time da casa vai ter de marcar bem. O Santos, afinal, tem mostrado boa pontaria e marcou sete gols nos dois jogos anteriores. E terá a estréia de Kléber Pereira, atacante que preferiu acertar com a equipe de Vanderlei Luxemburgo em vez do Palmeiras. Sem Maldonado, machucado, Luxemburgo vai colocar um Santos mais ofensivo no clássico. E contará com o retorno do lateral-esquerdo Kléber, que estava defendendo a seleção brasileira na Copa América. "Tivemos uma evolução nítida e agora é hora de manter a regularidade. Nos dois últimos jogos, mostramos o que queremos no Campeonato Brasileiro e não vamos parar por aí", avisou o meia Pedrinho. Ele e Rodrigo Tabata, que atuaram mais avançados, ajudando Marcos Aurélio no ataque, nas vitórias sobre Cruzeiro e Botafogo, vão atuar mais recuados. "Minha função de origem é de meia-armador, embora também tenha atuado várias vezes como terceiro atacante. Por isso, não vou sentir a mudança", prometeu Pedrinho. O que preocupa mesmo Luxemburgo, que não deu entrevista nesta quarta, é a ausência de Maldonado, não apenas pela parte técnica e tática, mas porque o chileno é reconhecido pelos companheiros como a liderança silenciosa do grupo, um dos responsáveis pela reação após a seqüência de resultados negativos. A formação do time que deu certo tinha os volantes de marcação Maldonado, Adriano e Rodrigo Souto, que voltava para ser o terceiro zagueiros em alguns momento. A idéia do técnico é prender mais os dois meias de ligação e o lateral-direito Alessandro, dando espaço para adversário vir para cima e ter a oportunidade do contra-ataque. Nesta quinta, porém, faltará Maldonado, o jogador que orienta a marcação na frente da zaga e dá ritmo ao time. PALMEIRAS X SANTOS Palmeiras - Diego Cavalieri; Nen, Gustavo e Dininho; Paulo Sérgio, Pierre, Martinez, Valdivia, Caio (Wendel) e Leandro; Luís. Técnico: Caio Júnior. Santos - Fábio Costa; Alessandro, Domingos, Marcelo e Kléber; Rodrigo Souto, Adriano, Rodrigo Tabata e Pedrinho; Marcos Aurélio e Kléber Pereira. Técnico: Vanderlei Luxemburgo. Árbitro - Sálvio Spinola Fagundes Filho (SP).Horário - 20h30.Local - Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.