Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Palmeiras e São Paulo têm destaques que quase foram para o rival

Por pouco, seis jogadores não estão do outro lado do clássico

Ciro Campos e Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

24 Março 2015 | 11h30

Palmeiras e São Paulo se enfrentam nesta quarta-feira, no Allianz Parque, em clássico que tem tudo para ser quente. Além das disputas e discussões que se tornaram frequentes entre os cartolas dos dois clubes, um fato curioso agita a partida. Seis jogadores, sendo quatro deles titulares, por muito pouco não disputam o clássico do outro lado, com camisas trocadas. Vitor Hugo e Dudu, no lado do Palmeiras, e Carlinhos, Michel Bastos, Thiago Mendes e Cafu pelo lado tricolor.

Vitor Hugo e Dudu quase optaram pelo vermelho, branco e preto do São Paulo ao invés do verde e branco do Palmeiras. A situação mais clara foi a do atacante Dudu, que chegou a negociar salário e parecia tudo certo para jogar no Morumbi, quando o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, resolveu entrar na negociação, fez uma proposta mais sedutora para o jogador e o levou para a Academia. Na época, os torcedores comemoraram muito e disseram que houve um chapéu no rival, que já dava sua contratação como favas contadas.

Quanto a Vitor Hugo, o defensor se destacou no América-MG no ano passado e o Palmeiras rapidamente acertou com ele. Pouco depois do desfecho da negociação, o São Paulo entrou em contato com empresários do atleta querendo levá-lo também, mas o jogador manteve sua palavra e afirmou que iria honrar o que havia acertado com o Palmeiras.


O São Paulo não fica atrás na disputa, pelo contrário, já tirou muita gente do rival. O lateral-esquerdo Carlinhos tinha acertado verbalmente com o Palmeiras e ficou definido que iria ajustar os últimos detalhes e assinar contrato após a disputa do Campeonato Brasileiro de 2014, já insatisfeito com o Fluminense. Antes disso, a diretoria tricolor entrou em contato com o agente do atleta e fechou rapidamente o negócio.

Quem também estava nos planos do rival era Michel Bastos. Quando decidiu retornar ao Brasil, o meia foi procurado por representantes de Palmeiras e São Paulo, mas as negociações avançaram com o Tricolor. Outros dois casos recentes e que o São Paulo levou a melhor foram com Thiago Mendes e Cafu. A dupla, que deve ficar no banco de reservas na quarta-feira, chegou a negociar e a ficar por detalhes com o Palmeiras. O volante, que estava no Goiás, tinha ofertas parecidas dos dois clubes e decidiu pelo São Paulo.


No caso de Cafu, o Palmeiras fez uma proposta, que foi coberta pelo rival. Na época, o time de Paulo Nobre disse que havia desistido das conversas. Em meio a rivalidades e escolhas, Palmeiras e São Paulo prometem um grande jogo nesta quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.