Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras empata com o lanterna Paraná, mas mantém cinco pontos de vantagem

Alviverde chega aos 71 pontos com empate por 1 a 1 em Londrina

Dani Arruda, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2018 | 19h13

Paraná e Palmeiras empataram por 1 a 1, neste domingo, no estádio do Café, em Londrina (PR), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.  Apesar do empate contra o lanterna do Brasileirão, o time paulista manteve a vantagem de cinco pontos na liderança: 71 pontos, contra 66 do Flamengo, que venceu o Sport (1 a 0) no Recife e superou em um ponto o Internacional, que caiu para o terceiro lugar após a derrota (1 a 0) para o Botafogo, no Engenhão. 

Keslley abriu o placar para o time paranaense na etapa inicial e Gustavo Scarpa, de pênalti, empatou o confronto no segundo tempo. 

Na próxima rodada, o Palmeiras recebe o América-MG, quarta-feira, no Allianz Parque, em jogo que pode dar o título brasileiro ao time de Luiz Felipe Scolari. Para sair com a taça, precisa vencer e torcer para que o Flamengo não derrote o Grêmio, no Maracanã, e que o Internacional também não some os três pontos diante do Atlético-MG, no Beira Rio. 

Com o empate, o Palmeiras chega a 20 jogos de invencibilidade no Campeonato Brasileiro. A última derrota aconteceu no dia 25 de julho, para o Fluminense, no Maracanã, resultado que gerou a demissão do ex-treinador Roger Machado. 

O Paraná e as condições climáticas surpreenderam o Palmeiras na etapa inicial. Clube de pior campanha no Brasileirão, optou por antecipar o planejamento para a temporada 2019 e escalou no time titular cinco jogadores revelados nas categorias de base.

E foi justamento um desses garotos que marcou o gol que deu a vantagem parcial ao time paranaense. Aos 34 minutos, Juninho arrancou pela esquerda, cruzou para a área, Keslley se antecipou a Antônio Carlos e tocou para as redes.  Foi o segundo jogo de Keslley, de 19 anos, como profissional, o primeiro como titular. 

Além do Paraná, no início da partida uma forte chuva atingiu o estádio do Café. Com ventos fortes contra o ataque palmeirense, o time de Felipão teve dificuldades para executar passes longos, cruzamentos e, apesar de quase 70% de posse de bola, não criou uma única chance de gol. 

No intervalo, Luiz Felipe Scolari sacou o apagado Lucas Lima e colocou Willian em campo.  O time mudou o comportamento, passou a pressionar o Paraná e, logo aos oito minutos chegou ao empate, depois que um chute de Willian acertou o braço de Jhony. Na cobrança de pênalti, Gustavo Scarpa empatou o jogo. 

Após o empate, a esperada pressão palmeirense em busca da virada não aconteceu. O Palmeiras não encontrou espaços na defesa do Paraná para marcar o segundo gol. 

Ficha Técnica

PARANÁ 1 x 1 PALMEIRAS

Gols: Keslley, aos 34 minutos do 1º tempo; Gustavo Scarpa, aos 8 minutos do 2º tempo. 

PARANÁ: Thiago Rodrigues; Wesley Dias, Jesiel, René e Igor; Leandro Vilela, Jhony, Alesson (Jean Lucas), Keslley e Juninho (Torito González); Rafael Grampola (Felipe Augusto). Técnico: Dado Cavalcanti.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Drascena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés e Lucas Lima (Willian); Gustavo Scarpa (Bruno Henrique), Deyverson (Borja) e Dudu. Técnico: Luiz Felipe Scolari

JUIZ: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

CARTÕES AMARELOS: René, Igor, Jhony e Keslley; Gustavo Scarpa e Borja.

PÚBLICO: 27.603 torcedores.

RENDA: R$ 1.953.570,00.

LOCAL: Estádio do Café, em Londrina (PR).

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.