Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Palmeiras empata com o Libertad e jogará por 0 a 0 em casa para avançar na Libertadores

Equipe alviverde saiu na frente com Gómez, mas sofreu a igualdade com falha do goleiro Weverton

Glauco de Pierri, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2020 | 23h40

O Palmeiras ligou o sinal amarelo na Libertadores – nem tanto pelo resultado conseguido na partida de ida das quartas de final do torneio, um bom empate em 1 a 1 com o Libertad, no Paraguai. Mas sim pelo que jogou nos quase 100 minutos de bola rolando. Em campo, o time paraguaio sufocou os brasileiros do começo ao final da partida e mostrou que tem chances de avançar às semifinais mesmo no jogo da volta, marcado para semana que vem, no Allianz Parque. Para essa partida, o Alviverde terá um reforço importante: o técnico Abel Ferreira, recuperado da covid-19, voltará a dirigir o time.

No começo do jogo, o Palmeiras parecia o time que foi treinado por Vanderlei Luxemburgo, e não o dos últimos jogos. Lento, com muitos erros de passe e sem criatividade, o time sofreu e levou um sufoco até marcar o primeiro gol do jogo. Weverton percebeu que teria uma noite difícil logo aos três minutos. Zé Rafael foi recuar uma bola de cabeça do meio-campo, errou o passe e complicou a defesa. Bareiro dominou com espaço e chutou no ângulo, mas o goleiro alviverde fez excelente defesa.

Aos oito minutos, um lance que poderia ter mudado o jogo. Gabriel Menino levantou bola na área e Rony foi para o lance, mas o zagueiro paraguaio fez o bloqueio com uma cotovelada. O VAR (Árbitro de Vídeo) chamou o juiz, mas ele não assinalou a penalidade.

O Libertad continuou em cima do Palmeiras e perdeu mais chances aos 14, com um chute forte de Espinoza, e aos 16, com Bareiro, que recebeu livre na área e tocou na saída de Weverton, mas a bola bateu na trave.

Acuado, o Palmeiras tentou parar o jogo, cadenciando ainda mais seus toques. Mesmo assim, o Libertad teve outra boa chance aos 35. Bareiro cruzou na área e Cardozo, sozinho, cabeceou à esquerda do gol. O Palmeiras mal conseguia sair da defesa, mas conseguiu um escanteio aos 38 minutos. Gustavo Scarpa bateu muito bem e o zagueiro Gustavo Gómes, que foi revelado pelo Libertad, cabeceou sem chances para o goleiro Martín Silva – 1 a 0 para o Alviverde.

O gol sofrido deixou o Libertad nervoso e o Palmeiras perdeu ótima chance para aumentar o placar. Em cobrança de falta perto da área, Gustavo Scarpa bateu e acertou a trave. No rebote, Rony não conseguiu mandar para o gol.

O segundo tempo começou parecido com o primeiro, com o time paraguaio levando mais perigo. De tanto insistir, o Libertad chegou ao gol de empate. Aos 16 minutos, Bareira recebeu pela direita, cortou para a esquerda e cruzou para Espinoza marcar o gol de cabeça. Ele contou com uma falha do goleiro Weverton, que saiu muito mal no lance.

O Palmeiras mandou a campo Lucas Lima e Emerson Santos. Aos 23, o Palmeiras perdeu ótima chance de desempatar. Danilo apareceu na entrada da área, driblou o zagueiro e ficou cara a cara com Martín Silva, que fez ótima defesa após o chute do volante.

O jogo ficou mais truncado e o Palmeiras chegou com perigo aos 40, com Lucas Lima em cobrança de falta para ótima defesa de Martín Silva. O próprio Lucas Lima foi expulso aos 50 minutos do segundo tempo e na última chance do jogo, aos 53, Espinoza bateu falta na trave.

FICHA TÉCNICA

LIBERTAD X PALMEIRAS

Libertad: Martín Silva; Ramirez, Luis Cardozo, Adorno e Piris; Campuzano, Espinosa, Bareiro e Cáceres (Hugo Martínez); Adrián Martínez (Villalba) e Óscar Cardozo (Ferreira). Técnico: Gustavo Morínigo.

Palmeiras: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Danilo, Zé Rafael (Emerson Santos), Gabriel Verón (Breno Lopes), Raphael Veiga (Lucas Lima) e Gustavo Scarpa (Gabriel Silva); Rony (Willian). Técnico: Vitor Castanheira (auxiliar).

Gols: Gustavo Gómez, aos 38 do 1º Tempo; Espinoza, aos 16 do 2º Tempo.

Juiz: Fernando Rapallini (ARG). 

Amarelos: Zé Rafael, Campuzano, Cáceres, Raphael Veiga, Gabriel Menino e Luis Cardozo.

Vermelhos: Vitor Castanheira (auxiliar) e Lucas Lima.

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.