Palmeiras empata com o Vasco, mas se mantém no G-4

Técnico Caio Jr. já contava com ao menos um ponto diante fora de casa; equipe cai para a terceira posição

28 de outubro de 2007 | 20h23

Como o técnico Caio Júnior havia dito, o empate diante do Vasco não seria ruim, e foi justamente isto que o Palmeiras conseguiu na noite deste domingo, em São Januário, com o resultado de 2 a 2, em partida válida pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.   Veja também: Classificação Calendário / Resultados   Com o empate, o Palmeiras chegou aos 55 pontos, caindo para a terceira colocação, já que o Santos - com o mesmo número de pontos - possui uma vitória a mais. Mas nem tudo é festa, já que Valdívia foi expulso ao agredir Allan Kardec ao final da partida, sendo desfalque certo na próxima partida. Já o Vasco chegou aos 44 pontos e continua numa zona muito perigosa, lutando para não cair. Apesar disso, a estréia do técnico Valdir Espinosa é considerada boa. O resultado também coloca o Palmeiras em sua melhor seqüência no ano, com sete partidas sem perder.   Precisando da vitória, o Vasco saiu à frente e comandou os primeiros dez minutos do primeiro tempo, mas o Palmeiras soube aproveitar a chance que teve para abrir o placar. Após cobrança de escanteio de Caio, Gustavo cabeceou sozinho para marcar o gol.   O bom momento vivido não foi aproveitado, pelo Palmeiras, que recuou e deu chances ao Vasco, que não desperdiçou, chegando ao empate aos 23 minutos, com um belo chute de Leandro Amaral, sem chance para o goleiro Diego Cavalieri.   E, quando parecia que o Vasco tomaria controle do jogo, o Palmeiras novamente aproveitou a defesa fraca do adversário para retomar a vantagem no placar, aos 34 minutos, quando Valdívia deu um belo toque para o chute de primeira de Rodrigão, que chegou ao seu quarto gol com a camisa alviverde.    Vasco 2 Cássio; Wágner Diniz, Luisão, Jorge Luiz e Guilherme (Romário); Amaral, Thiaguinho, Leandro Bonfim (Marcelinho) e Dario Conca; Alan Kardec    e Leandro Amaral Técnico: Valdir Espinosa  Palmeiras 2 Diego Cavalieri; Paulo Sérgio, Dininho, Gustavo e Valmir (Leandro); Wendel, Makelele, Valdivia     e Caio; Luis Henrique (Martinez) e Rodrigão (Luís) Técnico: Caio Júnior Gols: Gustavo, aos 10; Leandro Amaral, aos 23; Rodrigão, aos 34; Conca, aos 40 minutos do primeiro tempoÁrbitro: Evandro Rogério Roman (PR)Renda: não disponívelPúblico: 6182 pagantesEstádio: São Januário, Rio de Janeiro Assim como no primeiro gol, o Palmeiras pecou ao recuar e tentar apenas os contra-ataques, deixando o Vasco pressionar e ter duas boas chances, uma com Leandro Amaral e outra com Conca, que chutou por cima do gol, sendo que estava livre de marcação na entrada da área. O argentino, no entanto, tratou de igualar o placar aos 40 minutos, numa bela cobrança de falta.   O bom ritmo da primeira etapa não se repetiu no segundo, com o Palmeiras recuado, já que Caio Júnior optou por colocar Martinez no lugar de Luiz Henrique. Desta forma, o Vasco pressionava e não criava chances, enquanto o Palmeiras tentava explorar os contra-ataques.   Precisando achar uma solução, o técnico Valdir Espinosa optou por colocar o experiente Romário, juntamente com Marcelinho, para dar mais força ao ataque, enquanto o Palmeiras seguia no ritmo que seu treinador desejava, tendo uma boa chance num chute cruzado de Caio.   E, quando tudo parecia resolvido, o goleiro do Palmeiras, Diego Cavalieri, teve que fazer uma grande defesa para garantir o empate. Aos 47, Romário cabeceou no canto direito, mas o goleiro palmeirense se esticou e conseguiu evitar o gol. Valdívia, com atuação discreta, se irritou com a marcação vascaína e, no minuto anterior à defesa de Cavalieri, foi expulso ao agredir o atacante Alla Kardec. Minutos antes, a televisão havia registrado outra agressão do chileno. Desta vez contra o volante Thiaguinho, o que deve lhe render uma suspensão, caso o STJD resolva julgá-lo.   Agora, o Palmeiras enfrenta o Juventude na quinta-feira, às 20h30, em São Paulo, enquanto o Vasco encara o Goiás na quarta-feira, às 21h45, no Serra Dourada, em Goiânia.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série APalmeirasVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.