Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Palmeiras encara Náutico sabendo que é hora de reação

Com importantes titulares de volta e necessidade de subir na tabela, equipe está motivada a vencer

DANIEL BATISTA, Agência Estado

22 de julho de 2012 | 08h28

SÃO PAULO - A volta de importantes titulares e a necessidade de deixar a zona de rebaixamento são os dois grandes motivadores para que o Palmeiras dê fim à ressaca do título da Copa do Brasil e volte a vencer no Brasileiro, após três rodadas sem um resultado positivo. O time alviverde enfrenta o Náutico, hoje, às 16h, na Arena Barueri, com a obrigação de conseguir um bom resultado.

Na próxima rodada, o time volta a jogar em São Paulo, contra o Bahia. Por isso, a intenção é conseguir aproveitar esses dois jogos como mandante contra adversários que não representam tanto perigo para conquistar seis pontos, respirar mais aliviado e chegar bem na disputa da Copa Sul-Americana. O time estreia dia 1.º de agosto, contra o Botafogo, também em Barueri.

Contra o Coritiba, na última anterior, 12 jogadores estavam fora, entre machucados e suspensos. Até o técnico Luiz Felipe Scolari virou desfalque, pois havia sido suspenso pelo STJD. O treinador retorna ao banco de reservas e alguns dos principais jogadores estão de volta. Henrique e Valdivia, que estavam suspensos, estão confirmados, assim como João Vitor e Maikon Leite.

Em relação aos machucados, Barcos, em fase final de recuperação física após ter sido submetido a uma cirurgia de apendicite, e Marcos Assunção, com tendinite no joelho direito, ficaram foram da lista de relacionados do Palmeiras divulgada neste sábado e não deverão atuar - no último clássico contra o Corinthians, mesmo após fica fora de lista de relacionados, Barcos encarou os corintianos.

Sem Assunção e Barcos, respectivas referências na bola parada e no setor ofensivo, o Palmeiras apostou muito mais na raça nos jogos contra São Paulo e Coritiba. O comportamento nesses dois jogos agradou à torcida, mas não foi suficiente. Tanto que o time conseguiu apenas dois empates. O fato é que o retorno de Henrique também é um alívio para a marcação. Atuando como volante, ele tem ajudado bastante a proteção da defesa, e por ser um dos líderes do elenco, auxilia também na organização e ligação entre a defesa e o meio.

Na zaga, são grandes as chances de Wellington ser mantido no time. Mas Felipão pode recuar Henrique para a defesa e, com isso, Márcio Araújo aparecer no meio de campo.

Como voltou de Curitiba na sexta à tarde, Felipão teve pouco tempo para treinar o time. Por isso, deve apostar muito mais na conversa para tentar triunfar diante dos pernambucanos. "Temos de pensar que teremos o apoio da nossa torcida e precisamos pontuar na competição. Precisamos nos impor e voltar a vencer", disse Obina. Betinho adota discurso parecido. "Vamos respeitar a equipe do Náutico, mas buscaremos a vitória para sair da zona de rebaixamento."

Os jogadores sabem que a cobrança hoje não é maior por parte da torcida por causa do título da Copa do Brasil e pela vontade demonstrada em campo. Entretanto, mais um tropeço em casa e as cobranças podem começar a aparecer com mais força. "A situação não é confortável e precisamos nos reabilitar logo. Temos time para isso e estamos com um espírito que nos permite acreditar em dias melhores. Falta um pouco de sorte, também", analisou o goleiro Bruno.

 

FICHA TÉCNICA

 

PALMEIRAS - Bruno; Artur, Wellington, Leandro Amaro e Juninho; Henrique, João Vitor, Márcio Araújo (Patrik) e Valdivia; Mazinho e Betinho (Obina). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

 

NÁUTICO - Felipe; Alessandro, Jean Rolt, Márcio Rosário e Lúcio; Elicarlos, Glaydson e Ramirez e Rhayner; Araújo e Kiezo. Técnico: Alexandre Gallo. Técnico: Alexandre Gallo

 

Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR). Horário: 16h. Local: Arena Barueri. TV: Pay Per View

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.