Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Palmeiras encara o Red Bull no último teste antes de 'começar o ano'

Equipe comandada por Oswaldo de Oliveira busca entrosamento e leva a campo formação que deve enfrentar o Audax, dia 31

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2015 | 07h06

Embora tenham chegado ao clube 16 jogadores, pelos treinamentos o técnico Oswaldo de Oliveira já tem claro qual o time para a estreia no Paulista. Por isso, o Palmeiras entra em campo para vencer e convencer e assim aumentar a confiança do torcedor e do renovado elenco. O Alviverde disputa um amistoso contra o Red Bull, às 19h, no Allianz Parque, em jogo que deve valer mais, sob o ponto de vista técnico, do que o contra o Shandong Luneng.

O Red Bull será uma das novidades do Paulista e servirá como o último teste antes da estreia no dia 31, contra o Grêmio Osasco Audax. A ideia de Oswaldo é aproveitar o amistoso para entrosar o time e já dar sua cara, embora algumas trocas ainda devam ocorrer. Mas a “espinha dorsal” está formada.

A intenção de Oswaldo é fazer com que o time não sinta tanta diferença tática quando trocar, por exemplo, Dudu por Maikon Leite ou Valdivia por Mendieta.

Faltam sete reforços para estrear e, deles, o único que não tem condições de ir a campo é o atacante Kelvin, que se recupera de uma contusão no joelho direito. Dudu, Jackson, Rafael Marques, Robinho, Victor Ramos e Ryder podem ficar no banco e atuar alguns minutos.

O Palmeiras que vai a campo neste domingo começa com Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Amaral, Gabriel, Mendieta e Allione; Maikon Leite e Leandro Pereira. E como aconteceu diante do Shandong Luneng, a arena deve estar cheia, já que o clube fez preços promocionais. O ingresso mais barato custa R$ 40 a inteira.

Será o primeiro jogo oficial entre as equipes na história. O Red Bull debutará na elite do futebol paulista neste ano e conta com alguns atletas conhecidos do futebol brasileiro.

Um dos líderes do time é o zagueiro Fabiano Eller, de 36 anos, que defendeu, entre outros clubes, o Palmeiras, Vasco e Santos. Outro conhecido é o atacante Lulinha, ex-Corinthians.

DIA DE CELEBRAÇÃO

Além da importância em dar maior ritmo de jogo para os atletas e servir para fazer os ajustes finais, a partida terá um caráter histórico. O confronto marcará a comemoração dos 100 anos do primeiro jogo da história alviverde, completados neste sábado.

No dia 24 de janeiro de 1915, o antigo Palestra Itália enfrentou o Savoia na cidade de Votorantim e venceu por 2 a 0, gols de Blanco e Alegretti. A camisa dos jogadores do Palmeiras terá um símbolo especial para celebrar a data e ainda o vencedor do confronto irá receber uma taça.

Antes da partida, ainda acontecerá no gramado da arena um show de FMX (motocross) e uma apresentação de futebol Street Style, além de diversas outras ações promovidas pela parceria entre os dois clubes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.