Jonne Roriz/AE
Jonne Roriz/AE

Palmeiras enfrenta o Santo André para abrir vantagem

Equipe não vence há três rodadas e quer evitar a aproximação de times como Atlético-MG, Inter e São Paulo

AE, Agencia Estado

21 de outubro de 2009 | 08h23

Depois de três tropeços seguidos - duas derrotas e um empate -, que o impediram de aumentar a vantagem na liderança do Brasileirão, o Palmeiras tem um cenário favorável para se recuperar nesta quarta-feira, quando visita o Santo André, a partir das 21h50, no estádio Bruno José Daniel, com cobertura online do estadao.com.br e transmissão da Rádio Eldorado/ESPN - AM 700/FM 107,3.

Veja também:

linkCleiton Xavier promete melhores atuações do Palmeiras

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Apesar de o jogo ser fora de casa, a torcida palmeirense será maioria nas arquibancadas. Para ajudar, o adversário está na zona de rebaixamento e o técnico Muricy Ramalho não tem problemas para escalar a equipe.

Como o jogo desta quarta foi antecipado a pedido das emissoras de tevê que transmitem o Brasileirão, o Palmeiras abre a 31.ª rodada do campeonato. Assim, poderá aumentar para sete pontos a sua vantagem na liderança, o que colocará pressão sobre os outros candidatos ao título, que só entram em campo no fim de semana.

"É um dever do Palmeiras jogar sempre para vencer, não só contra o Santo André, mas também como foi contra o Flamengo", disse o meia Cleiton Xavier, um dos principais titulares do time palmeirense. "Infelizmente, não fomos bem nos últimos três jogos. Mas chegou o momento de mudar de postura. Só depende de nós."

 Santo André
Neneca; Rômulo, Cesinha, Marcel e Élvis; Fernando, Ricardo Conceição, Marcelinho Carioca e Camilo; Nunes (Pablo Escobar) e Wanderley.
Técnico: Sérgio Soares
 Palmeiras
Marcos; Figueroa, Danilo, Maurício e Armero; Souza, Edmílson, Cleiton Xavier e Diego Souza; Obina e Vagner Love.
Técnico: Muricy Ramalho
Árbitro: Salvio Spinola Fagundes Filho (SP)

Estádio: Bruno José Daniel, em Santo André (SP)

Horário: 21h50

Rádio: Eldorado/ESPN - AM 700/FM 107,3

TV: Globo e Band

A sequência de resultados ruins deixou o ambiente nervoso no Palmeiras. Após a derrota para o Flamengo, domingo passado, no Palestra Itália, o goleiro Marcos apontou falhas de Wendel e Robert em um dos gols e gerou mal-estar. Mas uma reunião do grupo, na segunda-feira, tratou de aliviar o clima dentro do elenco.

MISTÉRIO 

Nesta terça, o técnico Muricy Ramalho não fez treino tático e nem se dispôs a antecipar a escalação. Mas ele tende a manter o time titular, sem grandes mudanças. A única dúvida fica no ataque, entre Robert, que enfrentou o Flamengo, e Obina, que não pôde jogar no último domingo por ter sido emprestado pelo clube carioca ao Palmeiras. Enquanto isso, o lateral-direito chileno Figueroa, que cumpriu suspensão, volta no lugar de Wendel.

Como anda descontente com o sistema de marcação nos últimos jogos, Muricy também poderia recuar o volante Edmílson para jogar na zaga, ao lado de Danilo e Maurício Nascimento, mudando o esquema tático do 4-4-2 para o 3-5-2. Mas o treinador optou por fazer mistério, consciente da importância do jogo desta quarta para a caminhada palmeirense rumo ao título brasileiro. Mesmo porque, uma nova derrota pode abrir uma crise que seria fatal nesta reta decisiva.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.