Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras entra com efeito suspensivo para ter Jailson em semifinal

Clube tenta liberar goleiro para o próximo jogo após punição por três partidas por incidentes no clássico com o Corinthians

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

22 de março de 2018 | 15h28

O Palmeiras entrou nesta quinta-feira com pedido de efeito suspensivo no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) para ter em campo o goleiro Jailson nas partidas da semifinal do Campeonato Paulista, no próximo fim de semana. O jogador foi punido com três partidas por jogada violenta contra Renê Junior e críticas à arbitragem durante o clássico com o Corinthians. A informação foi publicada pelo UOL e confirmada pelo Estado.

+ Papagaio comemora gol com a família

+ Felipe Melo lamenta pênalti: 'Minha família veio ver o jogo'

Expulso no clássico, Jailson cumpriu a suspensão automática na partida seguinte, contra o São Caetano, e depois de o caso ter sido julgado, na última segunda-feira, acabou por ficar fora também do jogo da última quarta-feira, a vitória palmeirense por 5 a 0 sobre o Novorizontino, no Allianz Parque. Em ambas as ocasiões Fernando Prass atuou como substituto.

O departamento jurídico do Palmeiras aguarda a definição sobre o efeito suspensivo para até sexta-feira. Se conseguir a liberação, Jailson poderá ser escalado pelo técnico Roger Machado. A aprovação do pedido não cancela a possibilidade de o goleiro ir de novo a julgamento, desta vez para ter a pena reavaliada pelo TJD. Caso isso aconteça e a suspensão de três jogos tenha de ser mantida, ele teria de cumprir o terceiro jogo de exclusão na partida de volta da semifinal.

Jailson foi denunciado pela Procuradoria do TJD junto com o atacante Dudu e o volante Felipe Melo, todos envolvidos em incidentes no clássico. Os dois colegas do goleiro foram absolvidos e estão liberados para atuar normalmente pela equipe no Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.