Reprodução|TV Palmeiras
Dudu deixa o Palmeiras Reprodução|TV Palmeiras

Dudu deixa o Palmeiras Reprodução|TV Palmeiras

Palmeiras entra em acordo com time do Catar e sela a saída do atacante Dudu

Jogador se transfere ao Al Duhail por empréstimo no valor de R$ 42 milhões e acordo fixado de compra daqui um ano

Ciro Campos , O Estado de S.Paulo

Atualizado

Dudu deixa o Palmeiras Reprodução|TV Palmeiras

O Palmeiras selou nesta segunda-feira a saída do atacante Dudu para o Al Duhail, do Catar. O jogador deixa o clube por empréstimo válido por uma temporada. O time do Oriente Médio pagará no momento 7 milhões de euros (cerca de R$ 42 milhões) e poderá dobrá o valor ao fim desse período para efetivar a compra por mais R$ 42 milhões.

A confirmação encerra uma longa expectativa por parte do Palmeiras e do jogador. Dudu havia indicado semanas atrás ao clube que gostaria de ser negociado. Logo depois, os empresários do camisa 7 receberam o contato do time catariano e cuidaram dos contatos para que a proposta oficial chegasse ao clube. Após uma espera que durou toda a última semana, as conversas evoluíram no sábado.

“Chegou o momento que eu não esperava estar vivendo, infelizmente, por um projeto pessoal, por alguns problemas fora de campo… Quero deixar um abraço ao presidente (do Palmeiras, Maurício Galiotte), que compreendeu, e à diretoria, que compreendeu o momento de eu dar uma pausa aqui no Palmeiras. Vou para o Catar começar um novo projeto e espero ser feliz lá como fui aqui”, comentou o jogador em depoimento gravado àTV Palmeiras. “Agradeço, por esses cinco anos e meio, a toda a torcida e a todos os funcionários, que sempre me trataram com muito carinho. Esse não vai ser um ‘adeus’. É um ‘até logo’ e espero, espero não, e eu vou cumprir minha palavra de encerrar minha carreira no Palmeiras”, continuou o jogador.

Dudu já esteve prestes a deixar o clube em outras ocasiões nos anos anteriores, quando duas propostas da China deixaram o atacante interessado. Mas pesou o plano do Palmeiras em segurar o jogador, ao apresentar novos planos de carreira, renovação de contrato e aumento salarial. Agora no Catar o atacante deverá receber o dobro do salário que ganhava no Palmeiras.

A proposta se tornou vantajosa para o clube primeiramente por deixar alinhada a manutenção de 20% dos direitos econômicos do jogador e negociar os 80% restantes. Com isso, o Palmeiras pode lucrar também em uma venda futura. Outro fator determinante foi o valor da proposta do Catar ter sido o dobro do pago pelo time alviverde no início de 2015, quando comprou os direitos do atacante junto ao Dínamo de Kiev.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
Chegou o momento que eu não esperava estar vivendo, infelizmente, por um projeto pessoal, por alguns problemas fora de campo
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Dudu, atacante do Palmeiras

Dudu vivia no Brasil também um momento conturbado da vida pessoal. Acusado de agressão pela ex-mulher, Mallu Ohanna, o jogador negava ter cometido o crime. Na semana passada, ele obteve uma vitória na Justiça ao conseguir que o pedido da defesa de Mallu para que o atacante mantivesse distância dela como medida protetiva fosse negado por falta de provas.

No clube desde 2015, Dudu foi protagonista das conquistas dos três últimos títulos nacionais do clube: a Copa do Brasil, em 2015, e os Campeonatos Brasileiros de 2016 e de 2018.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasDudu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Dudu deixa o Palmeiras com recordes batidos, polêmicas e idolatria da torcida

Atacante foi quem mais jogou e fez gols com a camisa alviverde desde 2001 e foi protagonista em três títulos nacionais

Daniel Batista e Raul Vitor, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2020 | 10h48

Dudu deixa oficialmente o Palmeiras após conquistar três títulos nacionais e sagrar-se um dos maiores jogadores desde século da equipe alviverde. Ele foi emprestado ao Al Duhail, do Catar, mas antes de se despedir alcançou marcas expressivas.

Por isso se tornou ídolo da maior parte da torcida. O atacante foi o que mais jogou e o que mais balançou as redes dos rivais de 2001 para cá. Sua trajetória teve iniciou em 2015, com a surpreendente notícia de que tinha sido contratado numa disputa com outros rivais de São Paulo, também interessados em seu futebol.

Tudo começou em 2015, em uma negociação marcada pela vitória em dois "clássicos de bastidores" e uma consequente euforia da torcida palmeirense. Isso porque o jogador estava com negociações adiantadas com o Corinthians e o São Paulo também estava forte na briga. Ninguém falava do Palmeiras na transação. Mas, de forma surpreendente, o diretor Alexandre Mattos conseguiu convencer o jogador e seus empresários a aceitar a oferta alviverde e o acerto foi sacramentado.

A chegada de Dudu foi apoteótica e resgatou o orgulho de muitos torcedores, que andavam cheios de desconfiança do time. Se sua contratação foi considerada marcante para uma parcela dos palmeirenses, sua primeira temporada conquistaria o restante dos adeptos, que ainda o avaliavam com um pé atrás. O Palmeiras conquistou a Copa do Brasil diante do Santos, com dois gols de Dudu no tempo regulamentar da final.

No ano seguinte, em 2016, o atacante deixou mais uma marca no clube. O Palmeiras conquistou o Campeonato Brasileiro, o que não acontecia desde 1994. Ao longo do torneio, Dudu tornou-se capitão da equipe. Ele atuou em 33 das 38 rodadas da competição e sagrou-se líder de assistências do torneio, dando 16 passes para gols. Dudu era meio esquentadinho, mas foi se acostumando a liderar o elenco sem se meter em confusão.

Em 2017, o Palmeiras não venceu nenhum campeonato que disputou. A melhor campanha da equipe foi, novamente, no Brasileirão, mas, dessa vez, ficou em segundo lugar. Mesmo assim, Dudu não desapontou e fez um ano regular. Foram 16 gols e 11 assistências. Na temporada seguinte, o Palmeiras conquistaria mais uma vez o Campeonato Brasileiro. O terceiro título nacional de Dudu no clube. Ele foi eleito o craque da competição, assim como o melhor atacante. Foram sete gols e 14 assistências no torneio nacional.

DUDU

Durante todos esses anos e conquistas, Dudu brilhava pelos gols e assistências, mas também se envolvia em polêmicas. O jogador era constantemente advertido com cartões amarelos e vermelhos e isso causava muitas suspensões. Na final do Paulista de 2015, por exemplo, ele chegou a empurrar o árbitro Guilherme Ceretta, e isso acabou se tornando um processo que fez o jogador pagar R$ 25 mil ao, agora, ex-árbitro.

A idolatria do palmeirense poderia sofrer um abalo com tudo isso, mas não perdia força. Em janeiro de 2019, a diretoria do Palmeiras chegou a um acordo com o jogador e renovou seu contrato por mais quatro anos. A equipe chegou à final do Campeonato Paulista e terminou o Brasileirão na segunda colocação, mas não venceu nenhum torneio. Dudu, mais uma vez, fez uma temporada regular. Foram 13 gols e 17 assistências.

Apesar da pandemia da covid-19 ter interrompido as competições nacionais e Estaduais em março de 2020, Dudu conseguiu ultrapassar a marca de 300 jogos com a camisa do Palmeiras. Tirando o ex-goleiro Marcos, ele tornou-se o jogador que mais vestiu a camisa alviverde neste começo de século, e quem também mais gols fez pelo time. Ele foi emprestado ao futebol do Catar.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasDudufutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.