Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Palmeiras entrega pedido de impugnação de final com o Corinthians

Clube aciona o Tribunal de Justiça Desportiva para anular decisão, sob a justificativa de interferência externa

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

10 de abril de 2018 | 22h43

O Palmeiras protocolou na noite desta terça-feira no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) o pedido de impugnação na final do Campeonato Paulista, realizada no último domingo, no Allianz Parque. O clube justifica que imagens provam a existência de interferência externa na atuação do árbitro Marcelo Aparecido de Souza para cancelar um pênalti marcado contra o Corinthians, no segundo tempo da disputa.

+ Federação não deve reconhecer vídeo como prova

+ Leia as últimas de esportes

A diretoria alviverde tomou a atitude no limite do prazo para tentar impugnar uma partida, que é de dois dias depois da publicação da súmula. No confronto, o Corinthians ganhou por 1 a 0 no tempo normal, com gol de Rodriguinho, e confirmou o título com a vitória nos pênaltis, por 4 a 3. Cássio pegou dois pênaltis, de Dudu e Lucas Lima. 

O Palmeiras questiona a participação do diretor do departamento de árbitros da Federação Paulista de Futebol (FPF), Dionísio Roberto Domingos, nos instantes posteriores à marcação de um pênalti de Ralf em Dudu. O clube divulgou nesta terça imagens em que procura provar que Domingos saiu da área interna do estádio para se comunicar com os assistentes pouco depois do lance. As imagens são do circuito interno do estádio.

A falta acabou cancelada e, após sete minutos de paralisação, o árbitro deu escanteio. A decisão irritou bastante o Palmeiras, que rompeu com a FPF, recusou enviar representantes à festa de premiação do torneio no dia seguinte e promete lutar nos bastidores para conseguir anular a partida. Vídeo divulgado pelo Palmeiras

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.