Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Palmeiras envia Deyverson e Felipe Melo para audiência na Conmebol

Expulsos em jogo da Copa Libertadores, jogadores viajam ao Paraguai para tentar diminuir possível suspensão

O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2018 | 14h27

O Palmeiras enviou nesta segunda-feira pela manhã o atacante Deyverson e o volante Felipe Melo para Assunção, no Paraguai. Os dois se juntam a advogados na clube para irem à sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para serem julgados pela expulsão no dia 30 de agosto, na derrota por 1 a 0 para o Cerro Porteño, no Allianz Parque, pela Copa Libertadores.

O intuito do clube é que com a presença dos jogadores, seja possível amenizar possíveis punições. Felipe Melo ganhou o cartão vermelho ainda aos três minutos de partida, após dividida violenta com Victor Cáceres. Já Deyverson, foi expulso no fim, por provocar os adversários e incitar a torcida. A derrota por 1 a 0 levou o Palmeiras às quartas de final da torneio.

Aliás, na quinta-feira a equipe começa a decidir vaga contra o Colo-Colo, no Chile, sem a presença dos dois atletas. Ambos terão de cumprir suspensão automática e são desfalques para o compromisso em Santiago. A preocupação do departamento jurídico é evitar que o Tribunal Disciplinar da entidade determine uma punição dura para os dois jogadores.

O caso mais complicado é o de Felipe Melo. O volante é considerado reincidente, pois no ano passado chegou a ser punido pela briga com jogadores do Peñarol. Na ocasião a suspensão foi por seis partidas, posteriormente reduzida para três, além do pagamento de uma multa.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.