Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Palmeiras envia proposta para Kleina e acordo está próximo

Técnico da Ponte Preta deve ser anunciado ainda nesta quarta-feira como substituto de Luiz Felipe Scolari

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

19 de setembro de 2012 | 10h17

SÃO PAULO - Após ver frustrada a contratação de Paulo Roberto Falcão, o Palmeiras mudou o foco e está próximo de anunciar a contratação de Gilson Kleina como substituto de Luiz Felipe Scolari. A proposta oficial já foi enviada ao técnico da Ponte Preta, que gostou do que foi oferecido, e os últimos detalhes podem ser sacramentados ainda nesta quarta-feira.

O Palmeiras enviou uma proposta oficial com salário próximo dos R$ 300 mil mensais para o treinador e sua comissão técnica, que tem contrato com a Ponte Preta até o fim do ano com multa rescisória. Entretanto, como o vínculo está próximo do término, o valor da rescisão de contrato com o time de Campinas é relativamente baixo. E o contrato de Kleina com o Palmeiras é válido até o final de 2013."

"Estamos esperando que até o fim do dia a gente acerte tudo e anuncie e amanhã (quinta-feira) ele já dá o primeiro treino. O bom é que a atividade deve ser fechada (sem a presença da imprensa), então dá para ele conversar com a equipe tranquilamente", disse um dirigente do Palmeiras, que pediu anonimato. O Palmeiras treina até o final da semana em Itu e somente as atividades desta quarta e sexta-feira serão abertas para a imprensa.

Gilson Kleina comanda o provável último treinamento dele na Ponte Preta na manhã desta quarta-feira. Após a atividade, será realizado um churrasco de confraternização entre comissão técnica, jogadores e diretoria e no evento, o treinador vai conversar com os dirigentes e anunciar sua saída do clube. 

A conversa com Kleina começou na semana passada e mesmo enquanto negociavam com Falcão, continuaram a falar com o treinador da Ponte, que no ano passado chegou a receber uma proposta do Fluminense, mas recusou deixar o time paulista.

O anúncio oficial depende apenas o treinador conversar com os dirigentes da Ponte Preta e explicar os motivos de sua saída. Antes do interesse do Palmeiras, Kleina negociava uma renovação de contrato e exatamente por isso, existe um temor de que na hora de comunicar sua saída do clube, o treinador seja convencido pelos dirigentes da Ponte a permanecer. "Essa chance existe, claro, mas acreditamos que dessa vez vamos conseguir fechar com Kleina", disse um dirigente.

Além do fator financeiro, se concretizar o acerto com o Palmeiras, Gilson Kleina vai realizar o sonho de chegar a um time de ponta do futebol brasileiro e com um grande desafio, já que o time alviverde ocupa a penúltima colocação do Brasileiro, com apenas 20 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasPonte PretaFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.