Palmeiras escolhe presidente para os próximos dois anos

Affonso Della Monica, Roberto Frizzo, José Cyrillo, Mustafá Contursi, Gilberto Cipullo, Carlos Bernardo Facchina Nunes. No início dos anos de 1990, antes do dinheiro da Parmalat, estavam todos do mesmo lado. Nesta segunda-feira, serão rivais nas urnas que decidirão o futuro do Palmeiras, naquela que promete ser a eleição mais acirrada dos últimos tempos no clube - Della Monica tentará a reeleição, contra Roberto Frizzo, da oposição. A votação começa às 19 horas e será feita com urnas eletrônicas. Dos 300 conselheiros com direito a voto, espera-se que 286 compareçam. Baseada em pesquisas informais, a situação afirma ter 30 votos de vantagem. Já a oposição garante que leva a melhor por 10 votos. Nas últimas quatro eleições, o vencedor teve mais de 100 de vantagem. "Independentemente do resultado, conseguimos devolver a democracia ao clube", diz Frizzo, que, curiosamente, foi diretor administrativo da gestão Della Monica durante quase dois anos. Chegou até a aceitar sair como um dos vices da chapa dele nesta eleição. Mudou de lado em dezembro, e conta agora com o apoio do ex-presidente Mustafá Contursi. "Vai ser a primeira vez em décadas que eu e o Mustafá votaremos juntos", diz Frizzo. Esse é o panorama das eleições: conchavos de vários "grupinhos" de conselheiros, que formam grupos maiores, mas não estáveis. O maior exemplo disso é o apoio de Mustafá a Della Monica na eleição passada. A união durou só alguns meses. Agora, Mustafá é quem mais leva votos para a chapa de Frizzo. Outro exemplo: o grupo opositor a Della Monica nas duas últimas eleições, liderado por Seraphim del Grande, Gilberto Cipullo e Luiz Gonzaga Belluzzo, agora está do lado da situação. Em troca do apoio desse grupo, formado por cerca de 50 conselheiros, Della Monica cedeu a Cipullo a diretoria de futebol. Nesta segunda-feira, as urnas vão dizer quem fez o melhor acordo para mandar no clube pelos próximos dois anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.