Palmeiras espera resposta do CSKA

O Palmeiras já enviou uma proposta por Vágner Love e agora vai precisar de muita paciência para conseguir uma resposta do CSKA. Nesta segunda-feira, o gerente de futebol tentou um contato com o clube russo. Até conseguiu encontrar alguém que falasse inglês mas isso pouco adiantou. O interlocutor informou que todos os dirigentes com poder de decisão no CSKA estão viajando.Com o apoio da FPF e de um empresário do ramo de pneus, o Palmeiras espera adquirir 25% dos direitos federativos do atacante. Como 10% já são do Palmeiras, desde a época em que Love foi negociado, em julho do ano passado, o clube fez uma proposta casada: Vágner viria por empréstimo até a Copa do Mundo e depois o Palmeiras compraria os outros os 15% dos direitos federativos, até chegar o coeficiente proposta, ou seja, os 25$%.No Parque Antártica, os dirigentes reconhecem que não se trata de uma negociação fácil. Mas a esperança aumentou muito depois que o clube conseguiu apoio externo (da FPF e da iniciativa privada) para investir na volta do atacante. A expectativa no clube é a de que a resposta do CSKA chegue até a próxima sexta-feira.Além de Vágner Love, o Palmeiras negocia também com Richarlyson, do Santo André. O jogador, que conseguiu sua liberação por intermédio de uma ação na Justiça do Trabalho, está a um passo do Parque Antártica. Segundo informações que chegaram até o gerente de Futebol Ílton José da Costa Júnior, o Santo André não deve recorrer da decisão. Se isso se confirmar, o contrato de Richarlyson com o Palmeiras deve ficar pronto ainda nesta terça-feira.Apesar do progresso nas negociações com Richarlyson, os dirigentes palmeirenses chegaram a ficar preocupados com a notícia envolvendo o interesse do São Paulo pelo jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.