Palmeiras: esquema 3-5-2 ou 5-3-2

Uma questão que intriga o torcedor do Palmeiras: o time enfrentará o Juventude, domingo, em Caxias do Sul, jogando no 3-5-2 ou no 5-3-2? Estevam Soares não tem a menor dúvida: o esquema com três zagueiros não comprometerá os objetivos da equipe. O treinamento coletivo desta sexta-feira deixou o técnico animado."Não vamos para lá (Caxias do Sul) para ficar nos acovardando. Pelo que vi durante a semana, vamos fazer um bom jogo. E sem essa história de jogar pelo empate. O Palmeiras está numa situação em que a vitória é o nosso único objetivo", assegura o técnico.Estevam tem razões de sobra para acreditar numa resposta positiva da equipe, mesmo atuando com três zagueiros. Além de melhorar a saída de bola da defesa, os laterais e os meias jogarão com mais liberdade. O técnico também imagina que jogando assim conseguirá anular uma das principais características do Juventude: a marcação."Vamos melhorar o desempenho da defesa, que vinha tomando muitos gols, sem comprometer a qualidade ofensiva. O Gabriel é um jogador que sabe sair jogando muito bem pela direita. O Nen tem a mesma facilidade pela esquerda. Na prática, a bola deve chegar com mais qualidade na frente.Isso deve tornar o Palmeiras melhor ofensivamente. E não se trata de teoria. Os treinamentos foram bons. Gostei do coletivo de terça, sem o Magrão, e gostei do treinamento de hoje (15) com o Magrão. Isso é animador".O Palmeiras só não aceita a teoria do empate. Pedrinho, que jogará mais uma vez como atacante, ao lado de Osmar, praticamente repete o discurso do técnico. "A gente não pode ir com esse pensamento. O Palmeiras chegou a um ponto em que só a vitória interessa. Ainda se tivéssemos vencido o Paraná, no último jogo, o empate até poderia ser um bom resultado. Como empatamos, agora temos a obrigação de recuperar os pontos perdidos em casa. Isso significa que só nos resta a vencer o Juventude".O bom desempenho do time titular no coletivo, vencido por 2 a 0, com gols de Diego Souza e Magrão, também acabou com a dúvida que Estevam tinha para escalar o Palmeiras. André Rocha ganhou a disputa com Correa e fará sua estréia em Caxias do Sul, tendo a confiança do chefe."Depois do que ele mostrou nos treinamentos, estou tranqüilo em relação ao garoto", assinala o técnico. "Além disso, já deu para sentir que ele é um cara vivido. Foi criado na zona sul, lá perto onde nasceu o Cafu. Já deve ter fugido muito da polícia". Em seguida, acrescentou."Não vão colocar isso no jornal. É só uma brincadeira para mostrar que ele vai tirar de letra a responsabilidade da estréia".Apesar do bom desempenho geral da equipe nos treinamentos da semana, o time vai ter que madrugar para chegar a Caxias. Quem foi relacionado para a viagem, neste sábado terá de acordar às 5h30. A viagem para o sul será no primeiro vôo, às 7h. A delegação terá de se apresentar pelo menos 30 minutos antes do embarque no aeroporto de Congonhas. Também por isso, a concentração começou nesta sexta à noite."Não se trata de castigo. O problema é que esse era o único vôo direto para Caxias do Sul. Havia outro, às 9h, mas teríamos de desembarcar em Florianópolis e depois seguir de ônibus para Caxias do Sul. São duas horas e meia de viagem. Será muito menos desgastante acordar um pouco mais cedo".Com a viagem mais cedo, toda a programação também foi alterada. O time só vai treinar à tarde, no Centro de Treinamento do Juventude.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.