Palmeiras fará homenagem a operário morto em jogo da Libertadores no Peru

Na tarde desta segunda-feira, ambulância deixou o estádio do clube levando trabalhador morto

AE, Agência Estado

15 de abril de 2013 | 17h17

SÃO PAIULO - O Palmeiras lamentou a morte de um operário nas obras do seu novo estádio, a Arena Palestra, nesta segunda-feira, e prometeu solicitar à Conmebol autorização para homenagear a vítima na partida contra o Sporting Cristal, quinta-feira, no Peru, em rodada da Copa Libertadores. "A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público lamentar profundamente o acidente ocorrido na manhã desta segunda-feira nas obras da nova arena do clube", registrou o Palmeiras em nota oficial. O acidente causou a morte de um operário e deixou outro ferido.

O nome da vítima fatal é Carlos de Jesus, de 34 anos. Seu corpo foi resgatado dos escombros na tarde desta segunda-feira. O ferido se chama Crispiniano Santos e foi encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Ele apresentava ferimentos leves, no ombro e na região lombar e permanecerá em observação. "Em nome de toda a comunidade palestrina, a agremiação alviverde manifesta total solidariedade à família que perdeu um ente querido, no desejo de que tenha muita força neste momento difícil", disse a diretoria palmeirense, que prometeu homenagear o operário nesta quinta-feira.

"O clube solicitará autorização da Conmebol para que o time possa, como homenagem ao operário falecido, entrar com uma tarja preta em seu uniforme e que seja respeitado um minuto de silêncio antes da partida", registrou o Palmeiras em nota oficial. O acidente aconteceu quando os responsáveis pela obra instalavam uma viga nas arquibancadas do novo estádio. A estrutura desabou sobre outras, causando um efeito dominó. Cinco operários estavam no local, mas somente três conseguiram escapar da queda das vigas. Um foi atingido e outro acabou sendo esmagado.

O local do acidente foi interditado pela Defesa Civil. Mas as obras nos demais setores da estrutura devem ter prosseguimento nesta terça-feira. Ainda não se sabe se isso aocntecerá. A polícia vai abrir inquérito para apurar as causas do incidente ocorrido na zona oeste de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.