Eliézer Fernandes
Eliézer Fernandes

Palmeiras faz 4 a 1 na Bahia e evita jogo de volta na Copa do Brasil

Alviverde corre riscos, mas derrota bem o Vitória da Conquista

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

04 Março 2015 | 23h58

Com direito a sustos, expulsão de Arouca e diversas condições desfavoráveis, o objetivo do Palmeiras foi concretizado com sobras. O time derrotou o Vitória da Conquista por 4 a 1, com destaque para uma bela atuação de Robinho, eliminou o jogo de volta e está classificado para a próxima fase da Copa do Brasil. O Alviverde enfrentará o vencedor do confronto entre Estrela do Norte-ES e Sampaio Corrêa. No jogo de ida, o time capixaba venceu em casa por 3 a 2. A volta será dia 1 de abril.

Para conseguir a vitória, o Palmeiras precisou superar obstáculos tão complicados quanto o Vitória da Conquista. A estrutura do estádio Lomantão era deplorável, e os reservas tiveram de se sentar em cadeiras de plástico por falta de lugar no banco. Em campo, o gramado parecia o de um jardim mal cuidado. 

Exatamente pela dificuldade em conseguir tocar a bola, o Palmeiras começou a partida na base do chutão para a frente à espera de que os atacantes conseguissem fazer algo. 

O time da casa, mais acostumado com o piso, conseguia tocar a bola e por isso, mesmo com a disparidade técnica entre as equipes, conseguiu criar boas oportunidades que só aconteceram após o Alviverde paulista abrir o placar.

Aos 12, Dudu foi lançado e ao entrar na área, levou uma trombada do zagueiro Fernando Belém. Um minuto depois, Cristaldo bateu forte no canto do goleiro Viáfara e colocou o Palmeiras na frente. Para mostrar que não iria se entregar, o time baiano foi para cima e teve duas chances com Rafamar e Fausto e Prass fez grande defesa. 

Na etapa final, a partida continuou no mesmo ritmo, com uma diferença fundamental. O Palmeiras parecia se acostumar melhor com as condições do gramado. Mesmo voltando com mais toque de bola, os visitantes foram surpreendidos e aos 18, Carlinhos fez bela jogada pela esquerda e tocou para Tatu, que dentro da área bateu no contrapé de Fernando Prasse e empatou. 

Virou goleada. Foi necessário apenas dois minutos para o Alviverde mostrar que não se abateu. Em uma jogada muito parecida com o gol adversário, Robinho entrou na área pela direita e rolou para Allione chutar firme e colocar a equipe na frente.

Aos 29, Arouca deu um carrinho perigoso com os dois pés em Matheus e o árbitro o expulsou. O que parecia ser um problema, parece ter sido bom para o time, que deslanchou e transformou um jogo apertado em goleada. Robinho mais uma vez fez a diferença. Aos 33, ele aproveitou rebote na área e acertou um belo chute cheio de efeito para marcar o terceiro. 

E cinco minutos depois, Leandro Pereira trombou com a defesa e a bola sobrou para Dudu bater por baixo do goleiro e garantir a classificação. Não deu para Gabriel Jesus entrar. Não foi necessário. Os mais velhos resolveram a situação.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA DA CONQUISTA 1 X 4 PALMEIRAS

Gols: Cristaldo, aos 13 min. do 1º tempo; Tatu, aos 19, Allione, aos 21, Robinho, aos 34. Dudu, aos 39 min. do 2º tempo.

VITÓRIA DA CONQUISTA (4-5-1): Viáfara; Diego Aragão, Fernando Belém e Silvio; Matheus (David), Paulo Almeida, Carlinhos, Fausto, Maicon e Erivelton (Tatu); Rafamar (Kaká). Técnico: Evandro Guimarães.

PALMEIRAS (4-5-1): Fernando Prass; Lucas, Tobio, Jackson e João Paulo; Gabriel, Arouca, Allione (Amaral), Robinho e Dudu (Renato); Cristaldo (Leandro Pereira) Técnico: Oswaldo de Oliveira. 

Juiz: Charles Hebert Ferreira (AL).

Cartões amarelos: Robinho e Gabriel.

Cartão vermelho: Arouca.

Renda: R$ 629.320,00

Público: 9315.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Futebol Copa do Brasil Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.