Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras faz 6 a 0 na Liga Alajuelense e encerra excursão na América Central

Alviverde termina período de jogos fora do Brasil com três vitórias em três partidas

Ricardo Magatti, especial para o Estado, Estadão Conteúdo

08 Julho 2018 | 16h14

O Palmeiras encerrou a excursão pela América Central da melhor maneira possível. Com um gol de Bruno Henrique, três de Hyoran e outros dois de Gustavo Scarpa, o time alviverde goleou a Liga Alajuelense, da Costa Rica, por 6 a 0, neste domingo, em San Jose, capital costarriquenha, no terceiro e último amistoso pelo continente.

+ Após cirurgia, Borja publica foto e agradece carinho da torcida do Palmeiras

+ Fora dos planos do Palmeiras, goleiro Daniel Fuzato é anunciado pela Roma

Ao contrário dos últimos dois amistosos no Panamá - diante de Árabe Unido, time local, e Independiente Medellín, da Colômbia, em que obteve duas vitórias por 2 a 0 -, o Palmeiras deixou a preguiça e a apatia de lado e aproveitou a fragilidade do adversário para se impor.

O técnico Roger Machado começou a partida com Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Hyoran, Lucas Lima, Gustavo Scarpa; Willian. Ou seja, apenas Antônio Carlos e Diogo Barbosa como caras novas em relação à escalação que iniciou o último amistoso. Eles ocuparam as vagas de Victor Luis e Thiago Martins. Quem não entrou em campo foi o atacante Dudu, que está sendo pretendido por um clube chinês.

Os gols saíram naturalmente e a maioria veio a partir de jogadas construídas. Foram dois na etapa inicial. O primeiro saiu dos pés de Bruno Henrique, aos 15 minutos, em cobrança de falta certeira no canto esquerdo baixo do goleiro e encerrou um jejum mais de três anos do time sem gols de falta.

O último gol do Palmeiras deste fundamento havia sido em 2015, quando Robinho marcou contra o Capivariano, pelo Campeonato Paulista daquele ano. Foram 1.126 dias ou 238 partidas desde então sem gols de falta. Aos 42 minutos, Hyoran apareceu na pequena na área para completar passe de Marcos Rocha e ampliar.

Após o intervalo, Roger Machado trocou algumas peças no time e o ritmo não caiu, pelo contrário, só aumentou. Jailson, Mayke, Luan e Thiago Santos entraram nas vagas de Weverton, Marcos Rocha, Edu Dracena e Felipe Melo e a equipe paulista resolveu o jogo em quatro minutos com três gols enfileirados.

Aos 10 minutos, Gustavo Scarpa recebeu de Lucas Lima e bateu cruzado para fazer o terceiro. Aos 12 e aos 14, Hyoran fez dois gols de cabeça, virou o artilheiro da partida e transformou a vitória em goleada, que foi sacramentada aos 22. Scarpa tabelou com Deyverson e desviou para as redes, marcando o sexto gol.

Após a excursão por Panamá e Costa Rica, o Palmeiras retorna ao Brasil para dar seguimento aos treinamentos antes do retorno das competições após a disputa da Copa do Mundo da Rússia. O primeiro compromisso do time alviverde na retomada do calendário será o clássico contra o Santos, marcado para o próximo dia 19, às 20 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.