Palmeiras faz jogo decisivo em Minas

Os jogadores do Palmeiras querem provar para o técnico Emerson Leão, hoje, às 16 horas, no Mineirão, diante do Atlético-MG, que não atingiram o seu limite. ?Apesar dos últimos resultados, ainda acho que o nosso time é um dos quatro melhores do campeonato?, disse o goleiro Marcos, referindo-se aos três empates consecutivos contra Corinthians, Fortaleza e Figueirense.Durante a semana, Leão afirmou que o time progrediu durante a competição, mas não conseguiu manter o mesmo nível. ?Na hora de conquistar as vitórias importantes, não decidimos?, disse o treinador, que barrou para o jogo de hoje André Cunha, Roger, Pedrinho e Diego Souza. Marcinho, o artilheiro do time, com 17 gols, também não escapou das críticas. ?Ele está sendo observado.? E, dependendo da atuação de hoje, pode ser o próximo a perder uma vaga no time.Leão disse que preferia ter perdido dois jogos e ganho um a empatar os três jogos. ?No critério de desempate, a vitória conta mais.?O fato de o Atlético-MG estar lutando contra o rebaixamento não é apontado pelo goleiro Marcos como uma vantagem para o time do Palestra Itália. ?Sabemos que jogar no Mineirão é sempre difícil. É um jogo decisivo para eles e para nós, o que torna a disputa ainda mais complicada?, disse o camisa 1.O clima de decisão também é citado pelo volante Marcinho Guerreiro, que volta ao time após cumprir suspensão no empate, por 2 a 2, contra o Figueirense, no Palestra Itália, quarta-feira. ?Acho que outro resultado que não seja a vitória vai nos tirar da disputa pela vaga na Libertadores.?O Palmeiras está em quinto lugar, com 55 pontos, e só supera o Santos no saldo de gols. O maior adversário, segundo Leão, é o Fluminense, que tem 59.O volante Reinaldo, recuperado de contusão muscular, volta após dois meses e meio afastado. ?Não tenho condições para atuar os 90 minutos, mas estou pronto para jogar.? Além dele, as novidades são Correa de volta à lateral-direita, Cristian no meio-de-campo e Michael, que assumiu a titularidade na lateral-esquerda.

Agencia Estado,

30 de outubro de 2005 | 10h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.