Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Marcelo Oliveira inova e comanda um longo treino no Palmeiras

Técnico fez uma atividade que durou mais de duas horas

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2015 | 19h28

O elenco do Palmeiras realizou mais um treinamento nesta quinta-feira, na Academia de Futebol, e pela primeira vez na semana, o técnico Marcelo Oliveira comandou um trabalho tático, dando ênfase à atividade de ataque contra defesa, rebotes e cruzamentos para a área. O que mais chamou a atenção foi o fato do treinamento ter durado pouco mais de duas horas.

Após uma conversa com os jogadores de cerca de 10 minutos, Marcelo Oliveira dividiu o elenco. Uma parte ficou treinando em um dos campos da Academia de Futebol em uma atividade de dois toques e no espaço reduzido.

Enquanto isso, o treinador comandava atentamente um trabalho no qual os laterais ficavam cruzando para a área, onde alguns atletas tinham que atacar e outros deviam tirar a bola. Em seguida, os jogadores de ataque eram obrigados a tentar a finalização após fazer tabelas. O que chamou a atenção é que em diversos momentos, o treinador gritou e orientou os jogadores, seja elogiando ou cobrando os atletas.

Cleiton Xavier foi para o campo fazer um trabalho físico, já que se recondiciona após lesões na coxa e na panturrilha. Zé Roberto foi poupado da atividade e ficou fazendo fortalecimento muscular enquanto Aranha e Gabriel ficaram nos exercícios físicos e Arouca participou de parte do treino de dois toques no campo reduzido.

Quando parecia que o treino havia chegado ao fim, Marcelo Oliveira resolveu dar mais uma atividade e comandou um rachão em que os jogadores puderam se descontrair. Após o trabalho, o elenco viajou para Atibaia, onde ficará até terça-feira. Na quarta, o time alviverde enfrenta o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirastreino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.