Palmeiras faz reunião para tentar manter Alex Mineiro

Diretoria diz que tem interesse em renovar com o autor de 37 gols na temporada; jogador tem outras propostas

Vitor Marques , Agencia Estado

12 de dezembro de 2008 | 09h32

Em meio à briga política dentro do clube, que discute a extensão do mandato do presidente Affonso Della Monica, o Palmeiras tenta segurar seu principal artilheiro: Alex Mineiro. A diretoria se reúne nesta sexta-feira com o empresário do jogador para definir a renovação de contrato do atacante, autor de 37 gols na temporada.Veja também: Oposição palmeirense tenta impedir votação deste sábado Libertadores faz Palmeiras aumentar valor de patrocínio  Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoApesar do interesse em renovar com o jogador, o Palmeiras sofre concorrência de clubes do exterior. Times da Grécia, Japão, Arábia Saudita e agora da Turquia têm interesse em contar com o futebol de Alex Mineiro, de 33 anos. Um clube brasileiro também já teria feito uma proposta pelo atacante.O empresário do jogador, Marcelo Robalinho, diz que o Palmeiras tem preferência na renovação. "Vamos primeiro ouvir a proposta do Palmeiras e abrir negociação".Embora nenhuma das partes confirme, a permanência de Alex Mineiro está atrelada a um reajuste salarial. E pesa também na decisão do atacante o tempo do novo contrato - o Palmeiras estaria oferecendo seis meses, só para a disputa da Libertadores, mas o atacante quer um ano, como o atual.No meio da temporada, Alex recebeu proposta do exterior. Para evitar a saída prematura do atleta, o Palmeiras reajustou seu salário durante o Campeonato Brasileiro. "Nós temos o Paulista e a Libertadores pela frente e o Alex Mineiro está nos nossos planos", garantiu o diretor de futebol Genaro Marino. "Acredito que como o Alex é um atleta estabilizado (financeiramente) não ficará atraído pelas propostas de fora".Alex Mineiro foi o artilheiro do Campeonato Paulista, com 15 gols, e vice do Brasileiro, com 19. É o maior goleador palmeirense depois da era Vágner Love.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasAlex Mineiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.