Palmeiras faz treino secreto antes de pegar o São Paulo

Às vésperas do clássico contra o São Paulo, que vai decidir uma vaga nas quartas-de-final da Copa Libertadores da América, o técnico do Palmeiras, Marcelo Vilar, decidiu realizar um treino secreto nesta terça-feira e impediu a entrada da imprensa em um hotel na cidade de Atibaia, no interior de São Paulo. Apesar do veto, alguns jornalistas conseguiram acompanhar parte dos trabalhos ao cruzar um matagal ao lado da rodovia Fernão Dias. Nos primeiros minutos, os jogadores fizeram uma roda de "bobinho" e depois um rápido rachão comandado pelo treinador interino. Segundo a assessoria de imprensa do Palmeiras, a decisão de barrar os repórteres foi tomada pela comissão técnica. O diretor de futebol do clube, Salvador Hugo Palaia, disse que não sabia do treino secreto, mas apoiou Vilar. ?A atitude não partiu da diretoria, mas acho que está certa. O pessoal do Santos faz isso toda hora, dá a escalação só para o árbitro e está tudo bem?, disse o dirigente. "A palavra é de prata e o silêncio é de ouro", refletiu. O segundo jogo entre São Paulo e Palmeiras, pelas oitavas-de-final da Libertadores, acontece nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio do Morumbi. O confronto de ida terminou empatado por 1 a 1.

Agencia Estado,

02 Maio 2006 | 17h51

Mais conteúdo sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.