John Vizcaino|Reuters
John Vizcaino|Reuters

Palmeiras acerta contratação de Borja por R$ 33 milhões

Valor será pago pelo clube em três parcelas semestrais; jogador assina por cinco anos

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

09 Fevereiro 2017 | 19h50

Atualizado às 21h25

O Palmeiras acertou a contratação do atacante colombiano Miguel Borja nesta quinta-feira. O jogador do Nacional de Medellín teve o negócio fechado com o aval da empresária Leila Pereira, dona da patrocinadora do clube, em ajudar a pagar os cerca de R$ 33 milhões da contratação. O valor será pago em três parcelas semestrais. O vínculo é de cinco anos.

A vinda do colombiano foi uma negociação que se arrastou nos últimos dias e avançou com a ida do diretor de futebol palmeirense Alexandre Mattos para Medellín, mais o aval da empresária em ajudar na contratação. A Crefisa também vai bancar parte do salário, ao dar ao Palmeiras R$ 200 mil por mês. Borja vai ganhar cerca de R$ 350 mil.

A patrocinadora, que renovou o contrato com o clube nesta semana, também pagará para Borja metade do US$ 1 milhão (R$ 3,1 milhões) em luvas pela assinatura do vínculo com o Palmeiras. A outra metade será paga pelo clube. 

O jogador preferiu o Palmeiras em vez de uma oferta da China pela visibilidade e pela oportunidade de ganhar pela segunda vez a Libertadores. A vontade dele foi decisiva, já que o Nacional preferia negociar com os chineses, que tinham uma proposta bem mais vantajosa. Detalhes do acerto com o Nacional é que atrasaram a oficialização. 

 

Mais conteúdo sobre:
Borja Futebol Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.