Divulgação
Divulgação

Palmeiras fica próximo de contratar Leandro, da Chapecoense

Alviverde deve pagar cerca de R$ 5 milhões por 50% dos direitos econômicos do atacante, que foi sondado por Cruzeiro e Flamengo

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

20 de dezembro de 2014 | 12h41

Depois de ver o volante Thiago Mendes preferir ir para o São Paulo ao invés do Palmeiras, a diretoria palmeirense pode receber uma "compensação" do empresário do atleta, Meer Kaufmann. O agente deve participar diretamente da negociação que vai levar o atacante Leandro, da Chapecoense, para a equipe alviverde.

O jogador estava apalavrado para jogar no Corinthians, mas como o Palmeiras manifestou interesse em sua contratação, os agentes do atleta fizeram alguns pedidos para a diretoria alvinegra que a irritou. Por isso, desistiu do negócio e deixou o caminho livre para o time alviverde.

Em relação a negociação com Thiago Mendes, o Palmeiras entrou em contato com o Goiás e estava próximo de acertar a contratação do jogador, quando o São Paulo, após ter conversado com o empresário do atleta, se acertou com o clube esmeraldino e o atleta preferiu atuar no clube do Morumbi.

Para compensar o acerto "quase certo", Meer, que também é empresário do zagueiro Lúcio, ajuda o Palmeiras a negociar com a Chapecoense para conseguir a contratação do atacante, que antes de atuar em Chapecó, teve uma passagem sem muito brilho na Portuguesa, onde era conhecido como Leandro Banana.

O Palmeiras deve pagar cerca de R$ 5 milhões por 50% dos direitos econômicos do atacante, que também foi sondado por Cruzeiro e Flamengo. Caso seja confirmado, ele será a primeira contratação para o ataque, onde o clube tem, no momento, Cristaldo, Mouche, Patrick Vieira, Leandro e Gabriel Jesus (Gabriel Fernando pediu para ser chamado com o outro sobrenome). Diogo e Henrique têm contrato até dezembro e ainda não sabem se vão ficar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.