Palmeiras: Fifa adia homologação da Copa Rio de 1951

Entidade não discutirá o assunto em sua reunião em Zurique, quando anunciará o Brasil como sede da Copa 2014

Juliano Costa, do Estadão,

26 de outubro de 2007 | 20h00

O sonho do Palmeiras de ver a Copa Rio de 1951 reconhecida pela Fifa como o primeiro Mundial de Clubes foi adiado novamente. A expectativa do Palmeiras era que o título fosse homologado nas próximas reuniões do Conselho Executivo da Fifa, que vão acontecer segunda e terça-feira, em Zurique, na Suíça. Mas a entidade já comunicou ao Palmeiras que o assunto não estará na pauta do Conselho. Veja também:  Palmeiras apresenta oficio da Fifa e é campeão mundial  FIFA dá parecer favorável à Copa de 2014 no Brasil O presidente Affonso Della Monica nem viajará para a Suíça, como havia cogitado. Fernando Pizzo, um de seus assessores, garantiu que o presidente ficará em São Paulo: participará do encontro do Sindicato dos Clubes de Futebol (presidido por Mustafá Contursi) na segunda-feira pela manhã e, à noite, participará da reunião do Conselho Deliberativo, no Palestra Itália. Oposicionistas garantem que irão questioná-lo sobre a não homologação da Copa Rio. O argumento de Della Monica será que a prioridade da Fifa era o anúncio da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Ele será questionado ainda sobre Thiago Neves - os R$ 400 mil adiantados ao meia do Fluminense não constam no balancete de agosto, quando o contrato foi assinado. A contratação teria sido mantida em sigilo porque Della Monica não queria se indispor com o presidente do Fluminense, Roberto Horcades, antes da votação para a vice-presidência do Clube dos 13, que vai acontecer em 13 de novembro. Della Monica é candidato.

Tudo o que sabemos sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.