Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Palmeiras, finalmente, apresenta Gabriel

O Palmeiras pode ter novidades na escalação nas próximas rodadas. Depois de algumas semanas de treino sem documentação regulamentada, o zagueiro Gabriel, que veio da Ponte Preta, finalmente foi apresentado como novo reforço do clube. O fato abriu a temporada de disputa de posição na defesa. Gabriel acredita que terá seu trabalho de adaptação facilitado com a recente contratação de Estevam Soares para técnico pois os dois trabalharam juntos na Ponte Preta. O treinador não esconde seu entusiasmo com o talento do jogador. ?Já conheço o jeito dele e as jogadas ensaiadas, que são as mesmas que ele costumava trabalhar na Ponte e acho que isso ajuda?, lembra o zagueiro, que não soube explicar o motivo na demora da regulamentação de sua documentação. Entre os planos de Gabriel está o de vencer a disputa por uma vaga de titular na defesa da equipe ? sabe que será difícil ? e, se tudo der certo, espera que no futuro possa chegar à seleção brasileira, pois já foi convocado nas equipes sub-20 que disputaram os Jogos Pan-Americanos e o Mundial. O jogador deverá ser o único reforço a vir da Ponte para o Palmeiras. No Palestra Itália, os comentários são de que existe interesse no lateral Bill, mas segundo o gerente de Futebol do clube campineiro, Ronaldão, a Ponte não vai abrir mão do jogador. ?Quando liberamos o Estevão para o Palmeiras o trato foi de que ele não mexeria em jogador nosso e posso garantir que temos o interesse de que o Bill cumpra seu contrato.? Cansaço ? O atacante Vágner Love deu mostras que a indefinição sobre sua transferência para o futebol russo já está causando desgastes. ?Quem pode responder sobre isso é o presidente Mustafá que está cuidando do assunto?, disse o jogador ao falar do andamento das negociações. Na seqüência, admitiu que está cansado de falar no caso. ?Toda entrevista que dou, sempre tenho de responder às mesmas perguntas.? Vágner diz que está na espectativa e o fato de jogar na Rússia, ou seja, fora dos grandes centros do futebol europeu, não assusta. ?Já joguei em lugares bem piores, como nos campos de terrão do Banguzinho.? Para ele, o CSKA pode ser uma ponte para boas contratações em equipes de ponta do futebol mundial. ?Quem se destaca não fica muito tempo por lá.? Mas, segundo Vágner, enquanto a transferência não acontece, suas atenções estarão voltadas para o Palmeiras e o Campeonato Brasileiro e as mudanças no esquema que estão sendo promovidas por Estevão Soares não preocupam o jogador. ?Pelo menos para mim, as bolas estão chegando como sempre.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.