Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras ganha duas opções na zaga para a reta final do Paulista

Edu Dracena e Emerson Santos ficam liberados para a estreia na temporada e podem ganhar chance

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

15 de março de 2018 | 11h00

A fase final do Campeonato Paulista vai começar no sábado para o Palmeiras, no confronto com o Novorizontino, com mais opções para o técnico Roger Machado escalar o time. Nos últimos dias o treinador passou a contar com os zagueiros Edu Dracena e Emerson Santos, que por diferentes motivos, agora se encontram liberados para participarem dos próximos jogos.

+ Borja pode ser desfalque por três partidas

+ Tabela do Campeonato Paulista 2018

O veterano Edu Dracena, que completará 37 anos em 2018, cumpriu um cronograma específico de pré-temporada prolongada. Nesta quarta-feira o defensor trabalhou com o elenco reserva e está preparado para estrear na temporada. O departamento médico e a comissão técnica estabeleceram com o jogador uma agenda diferenciada para evitar lesões, em trabalho similar ao realizado em 2017.

Dracena deve ficar no banco para o jogo com o Novorizontino, sábado, pelo confronto de ida das quartas de final do Campeonato Paulista. Roger sinalizou que manterá na equipe a dupla Antônio Carlos e Thiago Martins, que foi formada antes do início da competição e se firmou como titular pelas boas atauções.

Já Emerson Santos ganhou chance de ser inscrito na competição. Após ficar fora da primeira lista, organizada ainda em janeiro, o defensor entrou na vaga do lateral Fabiano, que foi negociado por empréstimo ao Internacional. Emerson Santos veio do Botafogo no fim do ano passado e ainda não teve chance de estrear. A diretoria precisou vencer a concorrência com o Corinthians para efetivar a contratação.

Quem também se aproxima da estreia é o lateral-esquerdo Diogo Barbosa. O jogador se recupera de lesão no tornozelo esquerdo e já treina com o elenco. Por outro lado, a equipe sofre com opções para lateral-direito. A saída de Fabiano e a lesão de Mayke têm feito Tchê Tchê treinar improvisado na posição como um possível substituto de Marcos Rocha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.