Palmeiras goleia Barbarense por 5 a 1

Com um futebol de baixa qualidade técnica no primeiro tempo, o Palmeiras renasceu no segundo, principalmente com a habilidade de Felipe e a técnica de Alex, e arrasou o União Barbarense por 5 a 1, neste domingo, em Santa Bárbara d?Oeste. Com a goleada, o time do Parque Antártica chega a 9 pontos e ocupa agora a 13.ª colocação na classificação da primeira fase do Campeonato Paulista, afastando-se, mas não muito, da zona de rebaixamento. A equipe volta a campo no domingo, quando enfrenta, em casa, o São Caetano.Mais do que os três pontos, a vitória deste domingo tranqüiliza o ambiente e alivia a pressão sobre a comissão técnica, que já vinha sendo criticada pelo fraco desempenho no Estadual. "Esperamos que esse resultado marque a nossa virada no Paulista", afirmou Alex, autor de dois gols.No início, os jogadores do Palmeiras até que tentaram seguir as orientações do técnico Celso Roth, que, pressionado pela diretoria, havia cobrado o fim dos maus resultados no Paulista. Eles procuraram impor um ritmo de jogo rápido e ofensivo, privilegiando as jogadas pelo lado esquerdo, com Felipe. No entanto, a falta de criatividade dos meias e os erros de finalização dos atacantes deixaram a partida lenta e monótona, deixando os goleiros Marcos e Zetti como meros espectadores.A emoção só entrou em campo aos 42 minutos, quando Fernando, aproveitando um passe preciso de Alex, entrou na área pela lado direito e tocou na saída do goleiro Zetti, colocando o Alviverde em vantagem. "Perdemos a concentração na metade da primeira etapa e isso acabou prejudicando nosso desempenho", afirmou Roth no intervalo.E, pelo jeito, teve bronca no vestiário palmeirense. Os donos da casa ainda ensaiaram uma pressão durante os primeiros minutos do segundo tempo, mas logo aos 4 minutos, Felipe, em bela jogada pelo lado esquerdo do ataque palmeirense, driblou o zagueiro com facilidade e cruzou. Lopes só teve o trabalho de cabecear para o gol, ampliando a vantagem dos visitantes.O lateral-esquerdo do Palmeiras continuou impossível, criando mais um problema para o técnico do União Barbarense, Luís Carlos Martins, que, além de mexer na equipe para torná-la mais ofensiva, precisou arrumar um esquema para segurar as avançadas de Felipe, com a entrada de Johnson e Bira no lugar de Adriano Ramos e Eduardo, respectivamente. Não adiantou. Aos 14, mais uma vez o ex-vascaíno superou a marcação e tocou para Alex, no meio da área. Ele dominou e chutou, a bola desviou na zaga e entrou.Se as substituições no União Barbarense não modificaram o esquema de jogo da equipe, certamente lhe deram mais velocidade. Foi assim que, aos 24, Johnson recebeu a bola sozinho pelo lado esquerdo do ataque, livrou-se da marcação com um toque para o meio e chutou da entrada na área, no canto direito de Marcos, descontando. Mas o time da casa não teve tempo para comemorar. Um minuto depois, Alex arrematou de longe e acertou o ângulo direito do gol de Zetti, fazendo o quarto. Aos 40, Tupã, que havia entrado no lugar de Felipe, fez boa jogada individual, avançou e chutou no ângulo esquerdo de Zetti, fechando a goleada palmeirense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.