Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Palmeiras goleia o CSA no Pacaembu e continua na cola do Flamengo

Equipe alviverde vence por 6 a 2 e fica a três pontos do líder do Campeonato Brasileiro

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2019 | 21h08

O Palmeiras continua na cola do Flamengo pela disputa da liderança do Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, a equipe alviverde goleou o CSA por 6 a 2 e chegou aos 45 pontos, três a menos do que o time rubro-negro. Foi a quinta vitória alviverde nas cinco partidas sob o comando do técnico Mano Menezes.

A goleada não demorou para ser construída no Pacaembu, palco do jogo porque o Allianz Parque recebeu show da banda Bon Jovi. Logo aos cinco minutos, Luiz Adriano abriu o placar. Mais três gols saíram ainda no primeiro tempo, com Willian, Bruno Henrique e Gustavo Gómez.

Os gols foram resultados dos espaços que o CSA dava e da precisão alviverde nas finalizações. A equipe de Maceió, que havia arrancado empate no confronto do primeiro turno, esteve completamente perdida durante o primeiro tempo. Bruno Henrique dominou o meio de campo: marcou e deu assistência de peito para Willian. Dudu também teve boa participação nas jogadas ofensivas. Willian e Luiz Adriano foram oportunistas. Domínio completo do Palmeiras.

No começo da etapa final, o CSA marcou um golaço: Apodi avançou livre pelo lado esquerdo da intermediária e mandou uma bomba de longe, a bola bateu na trave e entrou. Frustrou-se quem achou que o gol do CSA iria deixar jogo mais animado. O time alagoano não pressionou, e o Palmeiras passou apenas administrar o resultado. A torcida alviverde chegou a vaiar a troca de passes alviverde no sistema defensivo.

A entrada de Lucas Lima deu um novo gás ao Palmeiras. Pelo lado esquerdo, o meia cruzou para Luiz Adriano se atirar na bola e marcar o quinto gol. Depois, lançou na medida para Dudu, que cruzou e viu Bruno Henrique fazer o sexto.

Com o resultado definido, Mano Menezes aproveitou para obersar o meia Hyoran e o volante Matheus Fernandes, que receberam a primeira oportunidade com o treinador. No fim, ainda teve tempo de o CSA descontar com Ricardo Bueno, gol que não deixou o Palmeiras ter a maior goleada deste Brasileirão, já que Flamengo e Santos venceram o Goiás por 6 a 1.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 6 X 2 CSA

PALMEIRAS: Weverton; Jean, Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Matheus Fernandes), Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Lucas Lima); Willian, Dudu (Hyoran) e Luiz Adriano. Técnico: Mano Menezes.

CSA: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castan e Carlinhos; Naldo, João Cléber, Apodi e Jonatan Goméz (Euller); Hector Bustamante (Jarro Pedroso) e Alecsandro (Ricardo Bueno). Técnico: Argel Fucks.

Gols: Luiz Adriano, aos 5, Willian, aos 10, Bruno Henrique, aos 28, Gómez, aos 46 minutos do 1ºtempo; Apodi, aos 6, Luiz Adriano, aos 29, Bruno Henrique, aos 37,  Ricardo Bueno, aos 42 minutos do 2ºtempo.

Cartão amarelo: Jean Cléber.

Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA).

Público: 20.023 pagantes.

Renda: R$ 576.020,00.

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.