JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Palmeiras goleia o Sport em casa e garante vaga na Copa Libertadores

Alviverde faz 5 a 1 no time pernambucano e com os resultados da rodada, fica assegurado no G-4 do Brasileiro

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

16 Novembro 2017 | 22h02

O principal objetivo do ano para o Palmeiras foi alcançado nesta quinta-feira. O time derrotou o Sport no Allianz Parque por 5 a 1, pelo Campeonato Brasileiro, e confirmou antecipadamente a presença na fase de grupos da Copa Libertadores do próximo ano. Mesmo se perder os três jogos seguintes, o clube não deixa o G-4, pois os tropeços de Vasco, Botafogo e Flamengo nesta rodada contribuíram.

+ TEMPO REAL - Confira a narração da partida

Em um ano de decepções e sem títulos conquistados, pelo menos o fim da temporada virá com a expectativa de novas oportunidades. A Libertadores, obsessão de título dos palmeirenses, está com presença assegurada no calendário do próximo ano.

A vitória foi toda selada no segundo tempo, com dois gols de Deyverson e outros de Luan, Dudu e Willian. O placar confortável gera uma ilusão para quem não acompanhou a partida. Apesar de estar nas últimas posições, o Sport foi superior durante o primeiro tempo, enquanto o Palmeiras não conseguia criar. A chave para tudo mudar foi o primeiro gol. A partir dali, a qualidade prevaleceu.

O primeiro jogo do Palmeiras após a definição do título brasileiro demorou a empolgar a torcida. A arena recebeu o pior público do ano em partidas oficiais e o time pareceu contagiado pelo ambiente morno. Durante todo o primeiro tempo a equipe só tentava chegar pelo lado esquerdo e ainda assim, não ameaçou Magrão. Era confuso, lento e mal posicionado no setor ofensivo.

O Sport atuou com muita tranquilidade, atributo incomum para quem tenta fugir do rebaixamento. A defesa pernambucana não tinha trabalho em anular o ataque adversário e os espaços apareciam no ataque. Recém-chegado da seleção brasileira, Diego Souza era perigoso e mesmo quem vinha de trás avançava sem ser marcado. Por isso, o goleiro Fernando Prass foi destaque do primeiro tempo.

Digno de reprovação, o jogo palmeirense ao fim do primeiro tempo mereceu vaias e melhorou no segundo tempo. O trio Dudu, Deyverson e Keno passou a inverter posições com mais rapidez e aos poucos os espaços apareceram. Depois de perder uma grande chance e ser vaiado, Deyverson se redimiu logo depois e aos 11, completou cruzamento de Dudu para fazer 1 a 0.

A vantagem inverteu uma partida até então mais sob controle do Sport. O Palmeiras começou a ficar mais confiante, as jogadas evoluíram e após chances perdidas, o segundo veio com o zagueiro Luan. O defensor subiu para completar escanteio cobrado por Dudu para ampliar, aos 18 minutos. Deyverson ainda fez outro, aos 33.

O resultado garantido gerou um relaxamento no fim. O Sport, persistente, conseguiu descontar com Diego Souza e ao se animar com novos gols, levou outro. Dudu e Keno fecharam a goleada nos acréscimos, em contra-ataques.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 5 X 1 SPORT

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena (Antônio Carlos), Luan e Michel Bastos; Felipe Melo (Thiago Santos), Tchê Tchê e Moisés (Willian); Keno, Dudu e Deyverson. Técnico: Alberto Valentim.

SPORT: Magrão; Raul Prata, Durval, Henriquez e Sander; Anselmo, Patrick, Mena (Índio) e Diego Souza; Marquinhos (Rogério) e André. Técnico: Daniel Paulista.

GOLS: Deyverson, aos 11 e aos 33, Luan, aos 18, Diego Souza, aos 37, Dudu, aos 44, e Keno, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS: Diego Souza, Anselmo (Sport)

ÁRBITRO: Rafael Traci (PR)

PÚBLICO: 18.744 torcedores

RENDA: R$ 935.034,56.

LOCAL: Allianz Parque, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.