Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Palmeiras vai fazer cinco jogos em duas semanas em busca do título

Time de Felipão vai enfrentar Atlético-MG, Fluminense, Paraná, América-MG e Vasco

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2018 | 05h00

O Palmeiras inicia neste domingo uma maratona de jogos que pode definir o título brasileiro. Serão cinco jogos em praticamente duas semanas. A sequência começa diante do Atlético-MG neste domingo, em Belo Horizonte. Depois, o time de Felipão recebe o Fluminense, no dia 14, no Allianz Parque. Em seguida, o time visita o Paraná, no dia 18, e joga novamente em casa diante do América-MG e vai ao Rio encarar o Vasco. A CBF ainda não definiu as datas dessas duas últimas rodadas, que podem ocorrer nos dias 21 ou 22 e 24 ou 25 respectivamente. 

Só após a partida diante do Vasco, o time terá um descanso: uma semana para a rodada final do Brasileiro, contra o Vitória, no dia 2, em São Paulo. "Esta semana foi decisiva para recuperar os jogadores. A temporada tem sido muito intensa, muito física. Mas é a comissão técnica que vai escolher quem vai começar jogando. Todos estão preparados", disse o lateral Jean em entrevista coletiva na Academia de Futebol nesta quarta-feira.

O prazo curto entre as próximas cinco partidas deve obrigar Felipão a continuar o revezamento entre os jogadores do elenco. Na zaga, o treinador adotou praticamente quatro titulares (Edu Dracena e Antônio Carlos ou Gustavo Gómez e Luan). Nas últimas rodadas de disputa simultânea entre Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil, os jogadores se revezavam de acordo com as condições físicas de cada um.

Nas laterais, Jean e Victor Luis devem ser escalados no domingo, pois Mayke e Diogo Barbosa cumprem no domingo o último jogo de suspensão imposta pelo STJD. Nos outros setores, o treinador tem praticamente dois jogadores para cada posição: Thiago Santos ou Felipe Melo na cabeça de área, Bruno Henrique, Moisés ou Lucas Lima na armação e Deyverson ou Borja no ataque. Diante do Atlético-MG, o Palmeiras não poderá contar com os atacantes Willian, machucado, e Dudu, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. E ainda fica a expectativa pelas condições físicas do lateral-direito Marcos Rocha e do meia-atacante Hyoran, que já treinaram no campo na semana passada.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.