Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras inicia semana atrás de substituto de Dudu para jogo 'festivo'

Atacante completaria 300 jogos pelo clube no domingo junto com inauguração da grama sintética e possível estreia de Viña

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

11 de fevereiro de 2020 | 04h35

O domingo de inauguração no gramado sintético e de estreia no Allianz Parque em 2020 poderia ter ainda mais uma marca para o Palmeiras. Mas o feito terá de ser adiado. O atacante Dudu está a uma partida de completar a marca de 300 jogos pelo clube. Como ele terá de cumprir suspensão pois foi expulso diante da Ponte Preta, no sábado, o time volta aos treinos nesta terça-feira com a missão de buscar quem poderia ser o substituto.

Dudu levou o cartão vermelho na vitória por 1 a 0, em Campinas, nos instantes finais do jogo, após se desentender com João Paulo. A decisão da arbitragem fez o Palmeiras deixar de ter no domingo uma marca importante para se comemorar diante do Mirassol, em uma tarde que promete ser muito movimentada. Fora a expectativa pelo primeiro jogo no gramado sintético, o Palmeiras pode ter ainda a estreia do lateral-esquerdo uruguaio Matías Viña.

O elenco recebeu dois dias de folga depois da vitória sobre a Ponte. Os jogadores só retornam ao trabalho nesta terça, para uma semana com a previsão de atividades fora da Academia de Futebol. O Palmeiras deve realizar treinos no Allianz Parque na quarta-feira, assim como na sexta e no sábado. O clube avalia realizar eventos para marcar a inauguração da grama sintética e até fazer um treino aberto à torcida.

A semana de trabalhos valerá para o técnico Vanderlei Luxemburgo buscar um substituto para Dudu. Jogador do elenco há mais tempo no clube, o atacante dificilmente não é escalado pela equipe. Tanto no ano passado como em 2018, ele atuou em 64 ocasiões. Nesta ano o camisa 7 participou de quatro dos cinco jogos oficiais do Campeonato Paulista, com um gol marcado e uma assistência.

Dudu só não atuou pelo Estadual contra o Oeste. Luxemburgo optou por dar descanso a alguns titulares para aquele jogo. Na ocasião o garoto Wesley foi quem ganhou chance. Com Willian e Luiz Adriano garantidos no ataque, a tendência é a briga pela vaga ficar entre o meia Gustavo Scarpa e o atacante Gabriel Veron.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.