Palmeiras inscreve Arce e Argel

A tarde de hoje no Palmeiras foi marcada por novidades e muitas reclamações. Depois de dois meses no comando do time, Celso Roth reduziu o tamanho grupo com o qual deve trabalhar até o fim deste semestre. Seis jogadores estão fora dos planos do treinador: o zagueiro Gilmar, os laterais Rubens e Robson, o atacante Adriano, o volante Tite e meia Júnior.O técnico aproveitou o prazo final para trocar dois jogadores inscritos na Taça Libertadores da América para definir o grupo de 25 atletas com os quais vai trabalhar daqui para frente. "Sempre disse que considerava um grupo de 31 jogadores muito grande", afirmou Roth. O treinador esperava que o clube conseguisse um acerto com o meia Juninho Pernambucano até o fim da tarde, mas como isso não foi possível, definiu a inscrição do lateral Arce e do zagueiro Argel na Libertadores.Os seis jogadores que estão fora dos planos de Roth vão treinar separadamente e, segundo o diretor de futebol, Américo Faria, poderão ter o passe emprestado ou negociado, mas nada está definido. Gilmar e Rubens não esconderam o descontentamento com relação a Roth. "Logo que ele chegou aqui disse, em uma conversa com o grupo, que eu tinha deficiência técnica", contou Rubens, que se queixou da falta de diálogo do treinador. "Só lamento estar saindo sem ter tido a uma chance de mostrar meu potencial." No fim do treino, Gilmar afirmou não ter sido comunicado da decisão de Roth, mas criticou o técnico. "Com alguns jogadores ele fala constantemente, com outros não", falou, deixando clara a diferença de tratamento entre os atletas. O zagueiro, como Rubens, também se queixou da falta de oportunidades no time.Roth considerou as críticas naturais, dada a situação. "Se eu não considerasse que o Rubens tem deficiência técnica ele estaria no grupo", afirmou. O treinador afirmou que sua decisão em afastar alguns jogadores teve apenas critérios técnicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.