Palmeiras já faz planos para 2005

O elenco do Palmeiras ganhou férias nesta segunda-feira e só se reapresenta para a disputa do Campeonato Paulista e da Taça Libertadores no dia 15 de janeiro. No entanto, os dirigentes começam a montagem da comissão técnica e do elenco para 2005. A peça fundamental está definida: o treinador Estevam Soares segue no comando do time, depois do bom trabalho no Campeonato Brasileiro. Amigo particular de Estevam, com quem trabalhou em Campinas, o preparador de goleiros da Ponte Preta, João Brigatti, é cogitado para o cargo no Palmeiras. "Já me perguntaram sobre isso várias vezes, mas ainda não fui procurado", disse Brigatti. "Mas, se acontecer, seria bom para minha carreira, já que todo profissional espera por uma chance como essa." Ex-goleiro da própria Ponte Preta, clube que defendeu por 20 anos, Brigatti é responsável pelo treinamento dos goleiros do clube de Campinas há sete anos e meio. "Já tenho uma certa experiência, e ficaria honrado se puder trabalhar com profissionais como o Marcos e o Sérgio, goleiros de alto nível", contou Brigatti, que diz ter falado com Estevam, pela última vez, há duas semanas. Não conversaram sobre o futuro profissional. "Ele é muito profissional, só diria alguma coisa se houvesse uma proposta oficial", acredita. Desde a demissão de Carlos Pracidelli, há cerca de dois meses, a preparação de goleiros do Palmeiras estava a cargo de Eduardo Ramos, que veio das categorias de base do clube. Também na montagem da comissão técnica para 2005, um preparador físico deve ser contratado para o lugar de Walmir Cruz. Cristiano Nunes, ex-Ponte Preta e Flamengo, também amigo de Estevam Soares, chegou a ser cogitado, mas pode acertar com o Fluminense. REFORÇOS - O lateral-direito Bruno, do Marília, deve ser o primeiro reforço para o Campeonato Paulista e a Taça Libertadores. As duas diretorias conversam há algumas semanas, mas ainda não chegaram a um consenso sobre os valores da transação. O meia Robert, ex-Santos e Grêmio, também pode reforçar o Palmeiras em 2005. Robert foi um dos destaques do Bahia na Série B do Brasileiro, mas não conseguiu levar a equipe de volta à elite. Enquanto uns chegam, outros saem. O meia Diego Souza será emprestado, provavelmente para o Coritiba, que já demonstrou interesse em seu futebol. "Estamos negociando, estudando a melhor proposta, mas o Diego sabe que não ficará no Palmeiras", disse Jaílton Costa, procurador do jogador. "Propostas não faltarão, porque ele atua numa posição carente no futebol brasileiro." O volante Magrão já está em Moscou, onde faz exames médicos para acertar contrato com o FC Moscou. O lateral-direito Baiano também não deve permanecer, já que tem contrato até dia 31 e recebeu proposta do Saturn, da Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.