Palmeiras já inicia luta por reforços

A vaga do Palmeiras na Série A do Campeonato Brasileiro já está garantida, mas no clube, os dirigentes estão longe de tirar férias ou respirar aliviados. Começa agora a luta para reforçar o time que disputará o Campeonato Paulista no ano que vem e, mais importante, garantir que alguns dos jogadores que foram importantes para o sucesso do elenco na Série B do Campeonato Brasileiro permaneçam no clube em 2004.O primeiro nome da lista, sem dúvida, é Jair Picerni. O técnico, que assinou contrato até dezembro, afirmou que durante a disputa do quadrangular final da Série B nem mencionou com a diretoria do Palmeiras renovação do acordo para 2004 ou um possível reajuste salarial após a promoção para a Série A. ?Não é hora de pensar nisso?, declarava enquanto o time não estava garantido na Primeira Divisão e surgiam boatos de uma proposta do futebol do Japão. Mas o certo é que por sua conquista a partir de uma situação adversa, o técnico não deve escapar do assédio de outros clubes.No time, o setor mais vulnerável aos ataques de outros clubes é a defesa. Apenas o zagueiro Leonardo tem contrato de longa duração no Parque Antártica. Os laterais Baiano e Lúcio mais o zagueiro Daniel também selaram acordos com o Palmeiras até o fim do ano. Lúcio deve ser outra prioridade da diretoria, uma vez que o Corinthians já manifestou interesse em contar com o reforço do jogador para 2004. ?Mas só saio do Palmeiras se ele não me quiser. Estou bem aqui e o clube tem prioridade.? O lateral pernambucano disse que só iniciaria as conversas depois que a situação do time na Série B estivesse definida.Baiano não esconde que vê com bons olhos a possibilidade de renovar com o time do Parque Antártica para disputar a Série A. A favor do clube está a gratidão do jogador, que antes de integrar o time de Picerni, passou dificuldades por causa da crise financeira do Las Palmas, da Espanha, seu clube anterior. A favor do jogador está a sua rápida adaptação ao time após a saída repentina de Alessandro.Daniel é o jogador em condições mais desfavoráveis de renovação de contrato. O zagueiro valorizou muito seu passe a partir da excelente campanha ao longo da Série B, ajudando a acertar uma defesa que vinha sendo alvo de críticas constantes da imprensa e da torcida. Mas o atleta sofreu uma contusão no ligamento do joelho esquerdo que inspira cuidados e, por conta disso, o número de clubes interessados pode diminuir e, por conseqüência o Palmeiras pode reduzir o valor da sua oferta. Um bom sinal foi o fato de que outro jogador com situação semelhante, o volante Alceu, ter contrato renovado.O último da lista de renovações urgentes é o meia Elson. O jogador, que veio do Ituano por empréstimo e ganhou a vaga de titular ao longo da Série B, tem contrato até o fim do ano e o Palmeiras precisará definir sua situação para 2004.Fico ? Mas pelo menos o torcedor poderá respirar aliviado quando o assunto é o atacante Vágner. ?Eu não vou sair do time em 2004?, disse o jogador, que já renovou seu contrato até 2006. Segundo ele, seu objetivo é permanecer no Palmeiras no ano que vem para ganhar experiência. ?Sou bem novo e tenho bastante tempo de futebol pela frente. Não preciso ter pressa de sair ou ir para o exterior.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.