Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Palmeiras joga contra a pressão de ser o líder

Pela primeira vez na Série B, o Palmeiras entra em campo como primeiro colocado

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

27 de julho de 2013 | 08h00

SÃO PAULO - Pela primeira vez na Série B, o Palmeiras entra em campo como líder e com a responsabilidade dobrada para manter a invencibilidade e o bom futebol. Quanto mais se ganha e joga bem, mais a torcida espera. Com essa pressão extra, o time de Gilson Kleina enfrenta o Guaratinguetá, às 16h20, fora de casa.

Se conseguir mais um resultado positivo, o time alviverde iguala a melhor sequência de vitórias na temporada, cinco, que foi conquistada logo depois de o time levar de 6 a 2 do Mirassol. Linense, Tigre, Ponte Preta, Libertad e Guarani foram as vítimas. Agora os derrotados são América-RN, ABC, Oeste e Figueirense, todos pela Série B.

"Isso mostra que estamos no caminho certo", disse Kleina.E, para manter o time em paz, Kleina resolveu não mexer muito na formação. A única mudança em comparação ao time da rodada passada é a entrada do zagueiro Henrique, que estava suspenso contra o Figueirense, no lugar de Vilson.

Nos outros setores da equipe, Valdivia continua tendo total liberdade para chegar ao ataque sem precisar se preocupar tanto com a marcação. Leandro e Vinícius terão de se revezar na hora de entrar na área.

O treinador quer dar um jeito de incluir Alan Kardec e Vilson na equipe, mas explicou que só fará isso com coerência - quando o titular da posição jogar mal, algo que não tem acontecido. Kleina está satisfeito com André Luiz, por isso vai mantê-lo na zaga, mesmo com Vilson bem fisicamente.

No ataque, Leandro é o artilheiro na temporada com nove gols e Vinícius vive um de seus melhores momentos com a camisa alviverde. "Temos de respeitar o momento do jogador", explicou o treinador.

TUDO BEM

Dois jogadores personificam a boa fase do Palmeiras: Valdivia e Leandro. Ontem, o chileno brincou durante o treinamento e simulou que tivesse sofrido uma lesão após dividir a bola com Eguren. Por causa de seu histórico, todos que acompanhavam o trabalho se preocuparam com o lance. Quando os médicos chegaram perto para ver o que havia acontecido, o meia levantou-se rapidamente, pegou a bola e fez um gol.

Outro que também parece sorrir à toa é Leandro. Além de artilheiro, ele tem chamado a atenção pelos passes para gol. Já foram seis, sendo o segundo - ao lado de Vinícius - com mais assistências. O líder é Wesley, com nove.

A empolgação contagia também a diretoria, que já pensa em ficar com Leandro para a próxima temporada. O contrato atual vale até o fim deste ano, mas o Palmeiras tem o direito de renovar o empréstimo até o dezembro de 2014, tendo apenas que fazer um reajuste salarial ao atleta, algo que será feito nos próximos meses.

Homenagem ao ídolo. Hoje os jogadores do Palmeiras vão entrar em campo com uma faixa e uma camisa em homenagem ao ex-lateral-direito Djalma Santos, que morreu na última terça-feira, aos 84 anos de idade.

No Guaratinguetá, que está na zona da degola, o técnico Carlos Octávio não poderá contar com o zagueiro Wendel, expulso na última rodada. Em seu lugar deve entrar Pedro Paulo.

GUARATINGUETÁ - Saulo, Murilo, Pedro Paulo,Leandro,Ruan, Júlio César, Bruno Formigoni, Renato Peixe, Juninho, Moacir, Douglas Tanque. Técnico: Carlos Octávio

PALMEIRAS - Fernando Prass, Luis Felipe, André Luiz, Henrique, Juninho, Márcio Araújo, Charles, Wesley, Valdivia, Leandro, Vinícius. Técnico: Gilson Kleina

Juiz: Vinicius Furlan (SP)

Local: Dario Rodrigues Leite

Horário: 16h20

Transmissão: Globo e Band

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.