Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Palmeiras joga mal, fica no empate com o Linense e perde os 100%

Time não repete atuações convincentes que lhe garantiram seis vitórias consecutivas

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

15 de fevereiro de 2018 | 23h05

O time das seis vitórias seguidas e atuações convincentes não foi o mesmo Palmeiras que se apresentou no Allianz Parque, nesta quinta-feira contra o Linense, pelo Campeonato Paulista. Apesar de continuar invicto, o empate em 2 a 2 veio em uma atuação fraca, sem intensidade e com a equipe sem conseguir impor o estilo de jogo.

+ Confira a classificação do Campeonato Paulista

Era difícil pensar em jogo complicado se logo o Palmeiras abriu o placar. Logo aos três minutos de partida, Borja abriu o placar após belo passe de Guerra, novidade do time para o jogo. Mas o roteiro do primeiro tempo se transformou de domínio para depois um ritmo de treino e na sequência, uma acomodação causada pela aparente facilidade em criar. 

O Palmeiras entrou uma zona de conforto e o Linense começou a sonhar com um gol. As ameaças não serviram como alerta ao time da casa e os azarões acabaram presenteados pelo esforço no fim do primeiro tempo. Uma cobrança de falta terminou com a cabeçada certeira do zagueiro Adalberto, aos 43 minutos.

O segundo tempo pareceu repetir a etapa inicial. Aos 6 minutos, Marcos Rocha deixou Borja livre para driblar o goleiro e marcar. Depois, o mesmo impasse prosseguiu. O favorito Palmeiras ganhava, porém não resolvia o jogo e deixava margem para a preguiça  permitir o empate. O Linense chegou a ter um gol anulado. Nem assim o sinal de alarme parecia soar.

Avisos não faltaram. Ainda assim, não bastou. O time do interior empatou novamente aos 30 minutos da etapa final, com Murilo Henrique, e fez novamente o Palmeiras sentir na pele que diminuir o ritmo e se acomodar podem ser erros cruéis. Para ganhar o jogo nos minutos restantes, era preciso um comportamento bem diferente, algo que apesar da correria, não foi alcançado.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 2 X 2 LINENSE

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo; Tchê Tchê, Lucas Lima (Keno), Guerra (Gustavo Scarpa) e Dudu (Willian); Borja. Técnico: Roger Machado.

LINENSE: Victor Golas; Reginaldo, Adalberto, Leandro Silva e Fernandinho (Berguinho); Marcão Silva, Bileu, Eduardo e Murilo Henrique (Kadu); Danielzinho (Giovanni) e Wilson. Técnico: Márcio Fernandes.

Gols: Borja, aos 3, e Adalberto, aos 43 minutos do primeiro tempo. Borja, aos 6, e Murilo Henrique, aos 30 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Borja, Marcão Silva, Felipe Melo

Árbitro: Lucas Bellote

Público: 25.712 torcedores

Renda: R$ 1.435.029,10

Local: Allianz Parque, em São Paulo

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.