Palmeiras joga mal, mas vence: 3 a 1

Outra vez o Palmeiras jogou mal hoje nas estréias de Donizete e Misso. Mas pelo menos venceu no Parque Antártica. Sorte que o adversário foi escolhido com cuidado, o péssimo Londrina. Na vitória por 3 a 1, o destaque foi o zagueiro Leonardo que fez dois gols. Flávio fez o terceiro. Nem descontou para os paranaenses. Acabaram os amistosos e, na quarta-feira, o Palmeiras estréia pela Mercosul contra o Universidade de Chile, em Santiago. A diretoria confirmou a venda de Paulo Turra ao Boavista de Portugal. Donizete já sentiu na sua estréia a diferença entre São Paulo e Rio de Janeiro. Depois de anunciar aos quatro ventos que iria adotar a camisa 18 por causa do ilegal ?Jogo do Bicho", o jogador teve de se conformar com o número 9. A silenciosa censura da conservadora diretoria palmeirense já se fazia sentir na distribuição das camisas. Outra decepção estava nas arquibancadas, cerca de duas mil pessoas se animaram a ir ao estádio hoje. Embora a intenção da diretoria fosse louvável, destinar a arrecadação ao asilo Mão Brança - e não Instituto Padre Chico como se divulgou no Centro de Treinamento --, faltou inteligência. Dentro de campo, o Palmeiras voltou a mostrar os velhos erros. As estréias de Misso e Donizete em nada melhoraram a crônica falta de toque de bola. Com os três volantes, o time de Celso Roth não conseguia tocar a bola no meio de campo e facilitava a marcação paranaense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.