Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Palmeiras joga na Bolívia para se classificar com antecedência às oitavas da Libertadores

Vitória sobre o frágil Independente Petrolero na altitude boliviana garantirá time alviverde no mata-mata pela sexta vez seguida

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2022 | 05h00

Dono de uma série de recordes na Libertadores, como a maior invencibilidade como visitante e o time brasileiro que mais vezes venceu na história do torneio, o Palmeiras joga nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), com o pensamento de garantir sua classificação antecipada às oitavas de final. Precisa apenas derrotar o frágil Independiente Petrolero, em Sucre, cidade boliviana que fica a 2.800 metros acima do nível do mar.

Líder do Grupo A, com campanha perfeita, isto é, três vitórias em três partidas, o Palmeiras avançará ao mata-mata da Libertadores pela sexta vez consecutiva caso ganhe do rival boliviano, lanterna da chave, com somente um ponto. Se empatar, torce para não haver vencedor em Deportivo Táchira x Emelec, também nesta terça, mas mais cedo, às 19h15, na Venezuela.

Quase classificada, a equipe de Abel Ferreira também está de olho em assegurar a melhor campanha geral da fase de grupos, que lhe dá o direito de decidir em casa até a semifinal. A decisão é disputada em campo neutro e jogo único. Neste ano, será em Guayaquil, no Equador.

Foi sobre o Petrolero que, há menos de um mês, o Palmeiras aplicou sua maior goleada na história da Libertadores: 8 a 1 com show de Rafael Navarro, autor de quatro gols, e Raphael Veiga, que foi às redes com duas pinturas. O jogo em Sucre também é oportunidade para o atual campeão continental ampliar sua série invicta de 17 partidas seguidas sem ser derrotado como visitante na competição.

O time alviverde é, portanto, favorito contra o adversário que tem o ex-palmeirense Cristaldo no ataque. No entanto, é provável que encontre mais dificuldades diante do rival da Bolívia em razão da incômoda altitude que enfrentará no Estádio Olímpico Patria, em Sucre. Para se adaptar à condição climática, a delegação viajou no domingo para Sucre, onde fez um treinamento antes do jogo.

A sequência desgastante de partidas faz a comissão técnica promover um rodízio no time titular. Isso se repetirá na Bolívia. Jogarão os que estão menos cansados. Nos três duelos que fez na Libertadores, aliás, a equipe atuou com mais reservas do que titulares. Como a situação é confortável na competição, Abel pode continuar preservando atletas importantes.

INDEPENDIENTE PETROLERO X PALMEIRAS

INDEPENDIENTE PETROLERO - Arancibia; Chiatti, Silva e Velásquez; Folleco, Campos, Aviles e Acuña;  Buter, Alaca e Reina. Técnico: Juan Marcelo Robledo

PALMEIRAS -  Weverton; Mayke, Gómez, Kuscevic e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Scarpa; Gabriel Veron, Wesley e Rony. Técnico: Abel Ferreira.

ÁRBITRO -  Nicolás Lamolina (Argentina)

HORÁRIO - 21h30

LOCAL - Estádio Olímpico Patria, em Sucre

TRANSMISSÃO - Conmebol TV e SBT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.