Reprodução/TV Palmeiras
Reprodução/TV Palmeiras

Palmeiras lança camisa azul celeste em homenagem a Libertadores de 1999

Com ex-goleiro Marcos como garoto-propaganda, peça será usada pela primeira vez no dia 12

Redação, O Estado de S. Paulo

01 de março de 2019 | 10h18

O Palmeiras divulgou nesta sexta-feira que terá uma camisa alternativa. Em um vídeo com a presença do ex-goleiro Marcos, as redes sociais do clube mostraram que o time vestirá em alguns jogos uma camisa azul celeste, com as mangas em branco e o escudo centralizado. A peça faz referência ao uniforme do goleiro utilizado em 1999, ano da conquista da Copa Libertadores.

Marcos se firmou como titular do Palmeiras na campanha da Libertadores de 1999, vencida nos pênaltis na final contra o Deportivo Cali, da Colômbia. "Dá para dizer tranquilamente que essa camisa mudou a minha vida e ajudou a mudar a história do Palmeiras, e de milhões de palmeirenses. Agora ela vai entrar em campo de novo", disse o ex-goleiro no vídeo de lançamento.

A peça será utilizada pela primeira vez pelo time em 12 de março, no jogo contra o Melgar, do Peru, no Allianz Parque, pela segunda rodada da fase de grupos. O clube não divulgou ainda datas de venda da peça, assim como o valor das camisas.   

A fabricante do uniforme, a Puma, iniciou o contrato com o Palmeiras em janeiro deste ano. Desde então, a camisa azul celeste é a primeira versão do uniforme diferente das cores tradicionais, o verde e o branco. O contrato entre o clube e a empresa de material esportivo vai até o fim de 2021 e rende ao Palmeiras mais de R$ 20 milhões por ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.