Palmeiras: Leão dá uma sacudida no time

O técnico Emerson Leão foi para casa satisfeito na sexta-feira. "Consegui deixar o time todo preocupado", disse o treinador. A intenção era dar uma sacudida no elenco, escalar reservas que não vinham sendo aproveitados e rebaixar jogadores que, até então, tinham status de titulares absolutos - como Juninho e Pedrinho. "Faz parte do meu trabalho dar essa sacudida. Isso motiva o elenco. Segunda-feira, todos voltarão mais concentrados para os treinamentos", previu Leão.O objetivo é montar uma nova equipe titular para o jogo contra o Coritiba, quinta-feira, no Palestra Itália. A formação com os "três porquinhos" (Marcinho, Pedrinho e Juninho) foi muito mal no último jogo - derrota para o Brasiliense por 3 a 1, em Taguatinga, domingo passado.Dos três, só Marcinho não chegou a treinar entre os reservas na última semana. Mas isso não quer dizer que seja titular absoluto, segundo Leão. "O Marcinho é o artilheiro do campeonato (com 14 gols, ao lado do vascaíno Alex Dias), mas essa história de titular absoluto não existe. O dia que ele estiver ruim, sai do time. Mas é claro que eu espero que esse dia nunca chegue", diz Leão.O técnico vê com bons olhos a utilização do meia Diego Souza como titular contra o Coritiba. Nesse caso, ou Pedrinho ou Juninho deixariam a equipe. Leão não está satisfeito com o setor de armação. Na sexta-feira, testou até o meia Cristian, que não joga como titular desde o empate com o Atlético-PR (1 a 1), em 24 de junho. "O Palmeiras contratou o Cristian no início do ano porque ele é um bom jogador. Está na hora de ele mostrar isso". No ataque, Gioino, Warley e Washington brigam por uma vaga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.