Palmeiras: Leão preocupado com desgaste

O Palmeiras vem conseguido bons resultados em campo, mas o técnico Emerson Leão tem uma preocupação: a musculatura dos seus atletas. Esse ano, o clube já disputou três torneios (Paulista, Libertadores e Brasileiro), 50 jogos, e o treinador teme que o tempo da pré-temporada seja insuficiente no Brasil. "Faltam 100 dias até o final do ano. Preciso cuidar da musculatura dos meus jogadores", avisou Leão.Uma das providências é aumentar o número de dias de folga dos jogadores. Domingo passado, por exemplo, o Palmeiras viajou de ônibus para Volta Redonda, onde empatou com o Fluminense, por 2 a 2. Chegou na madrugada a São Paulo e Leão decidiu dar folga geral na segunda-feira.Da mesma forma, nesta quinta, um dia após a partida contra o São Caetano, o time titular ganha nova folga. Apenas os reservas devem se exercitar. O próximo compromisso será sábado, contra o Brasiliense, na Boca do Jacaré. Leão terá apenas um dia de preparação para o jogo. "Pelo que eu tenho visto no campeonato, o número de contusões é muito grande. As equipes estão ficando desfalcadas. Num campeonato longo como esse, o elenco é um fator importante", disse.O relaxamento do ritmo dos treinos será compensado na próxima semana, após a partida contra o Brasiliense, quando o Palmeiras terá uma janela de 11 dias sem jogos oficiais, em função da rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa - o Brasil enfrenta o Chile, em Brasília. Há a possibilidade de o time viajar até uma estância hidromineral em alguma cidade do interior, provavelmente em Jarinu. Leão gosta desse tipo de trabalho, mas a programação oficial ainda não foi divulgada.O Palmeiras tem cinco jogadores no Departamento Médico (Reinaldo, Fabiano, Lúcio, Nen e Muñoz), além de um desfalque provocado por indisciplina. Na partida de ontem, Juninho Paulista cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo. "Eu fiquei satisfeito que mesmo com tantos desfalques, o futebol do Palmeiras não caiu de produção. Conseguimos manter o mesmo nível e os resultados continuaram aparecendo", disse, elogiando o elenco: "Apenas três jogadores não jogaram comigo: André Cunha, Glauber e Marcos. Os demais jogaram e corresponderam."Leão reafirmou também que o elenco do Palmeiras está fechado. "Não estou esperando nenhum reforço para este ano. Não temos condição de trazer ninguém e o Campeonato já está no meio. Tem equipes trazendo reforços ainda, procurando contratações, com o torneio em andamento", reprovou. "Estou articulando reforços só para o ano que vem. Vamos montar uma grande equipe", prometeu o técnico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.