Palmeiras leva vaia em jogo-treino

Foi uma tarde de vaias hoje, no Palestra Itália. Em mais um jogo-treino preparatório para a próxima temporada, o Palmeiras empatou por 1 a 1 com a Inter de Limeira e, jogando mal, irritou os cerca de três mil torcedores que assistiram à partida - o jogo era com portões abertos. Os principais alvos da insatisfação do público foram o treinador Celso Roth e o lateral-direito Daniel, improvisado na esquerda. Chamado de burro pela torcida, Roth novamente escalou o time com três volantes. A falta de mobilidade no meio-de-campo era visível. Até o árbitro Sebastião Soledade se deixou envolver pela monotonia do espetáculo e mostrou um cartão vermelho para um jogador da Inter. Imediatamente ele retificou-se, dizendo que sua intenção era mostrar o amarelo. No segundo tempo, a Inter fez o gol aos 14 minutos, por meio de uma cabeçada de Léo. O Palmeiras empatou aos 25 minutos, por meio do zagueiro Leonardo, também de cabeça. Roth observou que viu progressos em relação à derrota para o Etti/Jundiaí, sábado, por 1 a 0. Daniel, por sua vez, ficou abatido com as vaias. "Só terei tranqüilidade quando trabalhar em outro clube", ressaltou o jogador. No sábado, o Palmeiras faz outro amistoso, contra o Londrina, no Palestra Itália, com ingressos a R$ 5. Palmeiras - Sérgio; Arce, (Taddei), Alexandre, Leonardo e Daniel (Tupã); Galeano (Flávio), Fernando (Paulo Assunção), Magrão (Basílio) e Lopes; Muñoz e Tuta (Juninho). Técnico - Celso Roth. Inter - Bruno; Adriano, De León, Lica e Rodrigo Jaú; Paulista (Jonas), Fabiano, Milá e Bruder (Fabiano II); Tuti e Vítor Hugo (Léo). Técnico - João Baptista. Reforço - O diretor de Futebol do Palmeiras, Américo Faria, anunciou hoje que o clube fechou acordo com o lateral-esquerdo Misso, do Botafogo. Ele deverá se apresentar amanhã às 15 horas na Academia para assinar contrato. O time estréia dia 25 pela Mercosul, contra a Universidad de Chile, em Santiago.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.