Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Palmeiras luta para não correr mais atrás do resultado

Time quer evitar necessidade de virar o jogo após sair perdendo

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

25 de setembro de 2013 | 07h30

SÃO PAULO - Liderar a Série B com sobras exige que o elenco do Palmeiras mantenha o foco para não dificultar algo que parece tão certo, o acesso para a elite. Por isso, Gilson Kleina precisou cobrar a equipe para não criar mais facilidades aos adversários sob hipótese alguma. Afinal de contas, das últimas 11 vitórias do time na competição nacional, cinco delas tiveram de ser de virada.

A conclusão do treinador é de que o time entrava disperso nos jogos achando que poderia atropelar qualquer adversário quando bem entendesse. "A gente foi muito cobrado por isso. Estávamos tendo desgaste extra porque tínhamos de virar o jogo. Parecia que entrávamos desconcentrados porque achávamos que tínhamos muito tempo para virar", admitiu o goleiro Fernando Prass, que garantiu uma nova postura do time a partir de agora.

Contra o Sport, o Palmeiras saiu na frente e quando já estava 2 a 0 levou um gol e soube segurar a vitória. A última vez que precisou honrar o cântico da torcida "o Palmeiras é o time da virada" foi contra o Avaí, há duas rodadas. O time de Santa Catarina saiu na frente, Valdivia empatou, mas o Avaí novamente se colocou à frente, até que o Alviverde mostrou força e conseguiu a virada fora de casa.

O mesmo aconteceu em outras cinco oportunidades, sendo que em uma delas o Palmeiras conseguiu apenas o empate: 2 a 2 contra o Ceará. Já diante de Paysandu (3 a 2), Paraná (2 a 1), São Caetano (2 a 1) e Figueirense (3 a 2) a equipe de Kleina saiu com os três pontos.

"Apesar de tudo isso, ainda somos a melhor defesa e o melhor ataque. Somos uma equipe muito ofensiva, por isso às vezes saímos atrás do placar, mas mostramos força para recuperar", disse Prass, tentando defender seus companheiros. E o clima entre os atletas é dos melhores. Na última terça-feira, o ilusionista Issao Imamura deu um show para os atletas, em especial ao "mago" Valdivia, após o treino matinal.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasfutebolSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.