Palmeiras: Luxemburgo ainda negocia

O técnico Wanderlei Luxemburgo continua negociando sua volta ao Palestra Itália - dirigiu o Palmeiras pela primeira vez em 1993 e 94 e depois em 96 - com o presidente Mustafá Contursi. O único empecilho na negociação está no salário. O dirigente é irredutível em sua posição e não aceita pagar os mesmos R$ 180 mil que Luxemburgo ganhava no Corinthians. "Por este valor, nem pensar." O técnico já cedeu em sua pedida e aceitou reduzir os componentes da comissão técnica, de oito para três. "O Vanderlei é um dos nomes da nossa lista", afirmou o diretor de Futebol Sebastião Lapola, deixando claro que o clube está negociando com outros técnicos. Geninho, do Atlético-PR, já foi sondado. Existe, ainda, a possibilidade de contratação de Giba, do Etti/Jundiaí.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.