Palmeiras: Luxemburgo facilita acordo

Assim como o Corinthians, o Palmeiras deve definir, nos próximos dias, seu novo técnico. Vanderlei Luxemburgo, elogiado pelo presidente Mustafá Contursi, abriu mão de um dos fatores que o impossibilitavam de assumir o comando da equipe: trazer toda a comissão que o vinha acompanhando. Agora, o único empecilho é a questão financeira. O treinador não está disposto a ter seu salário reduzido - recebia R$ 180 mil no Corinthians -, mas Mustafá deixou claro que só aceitará pagar metade desse valor. "Cento e oitenta mil, nem pensar", declarou o dirigente.Outros nomes constam na lista palmeirense, segundo Mustafá, sete ou oito, mas a preferência é mesmo por Luxemburgo. Geninho e Levir Culpi interessam. Tite e Carlos Alberto Parreira foram sondados, mas disseram não. Tite renovou contrato com o Grêmio por dois anos e não pretende sair de Porto Alegre e Parreira quer estar na Copa do Mundo, mesmo que não seja dirigindo alguma seleção.A diretoria palmeirense continua tentando contratar o atacante Rodrigo, do Botafogo-RJ, mas até agora não chegou a um acordo com a diretoria do clube carioca e com empresários que detêm parte de seu passe. Adrianinho, da Ponte Preta, também interessa.Campeão - O Palmeiras conquistou o título do Campeonato Paulista de Futebol Feminino. Na final, realizada neste domingo, em São Paulo, no estádio Ícaro de Castro de Mello, no Ibirapuera, o time derrotou a Matonense por 1 a 0, com gol da meia Zangão, aos 45 minutos do segundo tempo. A equipe de Matão havia feito melhor campanha na fase de classificação, mas não conseguiu repetir o bom desempenho na partida decisiva. Jogou boa parte do jogo com uma atleta a menos, pois Bia recebeu cartão vermelho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.