Palmeiras mantém suspense sobre lista

A comentada dispensa de jogadores do Palmeiras, anunciada pelo diretor de futebol Sebastião Lapola, ainda não aconteceu. O treinador Vanderlei Luxemburgo tenta preservar os atletas, sob o argumento de que evita ?a desvalorização do patrimônio do clube?. Nesta quarta-feira, Luxemburgo responsabilizou os jornalistas pela excessiva cobrança em relação à lista de dispensa. ?Vocês querem ter acesso de qualquer jeito a essa notícia porque é obrigação de vocês. Mas hoje a legislação brasileira garante vários direitos aos jogadores. Por isso, temos de agir com calma.?O treinador lembrou que a contratação e dispensas de jogadores após um semestre é normal em todos os clubes de futebol do mundo. ?Mas aqui no Palmeiras esta situação está sendo tratada como coisa de outro mundo pela imprensa. Se eu colocar na parede a relação de jogadores fora dos planos, vocês vão passar o dia entrevistando todos eles, esquecendo-se daqueles que vão permanecer aqui para o segundo semestre?.O atacante Christian não compareceu novamente à Academia de Futebol. Seu contrato com o Palmeiras termina no final do mês, e o Bordeaux, dono de seus direitos federativos, solicitou seu retorno. A situação segue indefinida porque o atacante demonstrou que não quer voltar ao clube francês. Muñoz, de acordo com Vanderlei Luxemburgo, está nos Estados Unidos resolvendo problemas particulares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.